Raquel Lyra celebra investimento de R$ 1,2 bilhão do Grupo Heineken

O aporte da cervejaria vai gerar mil postos de trabalho e desenvolver ações sustentáveis na indústria instalada no Estado.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Raquel Lyra
Foto: Janaína Pepeu/Secom

A governadora Raquel Lyra (PSDB) e o O CEO do Grupo HEINEKEN, Maurício Giamellar, celebraeam, nesta quinta-feira (4), um investimento de R$ 1,2 bilhão no Estado de Pernambuco, na planta industrial localizada no município de Igarassu. O aporte vai gerar mil postos de trabalho e desenvolver ações sustentáveis na indústria instalada no Estado.

A companhia irá impulsionar o portfólio puro malte, com a ampliação da produção das marcas Amstel, Devassa e Tiger, e definirá a antecipação de sua meta de consumo de água para 2.9 hl/hl (1 hectolitro = 100 litros). A unidade de Igarassu também vai operar com 100% de energias renováveis, incluindo a utilização de caldeiras de biomassa com reaproveitamento dos efluentes tratados, retroalimentando seu sistema energético.

Para o período de obras, o grupo vai criar 700 postos de trabalho, e após a finalização das intervenções, serão geradas 130 vagas diretas, totalizando mais de mil colaboradores. A previsão é de que as obras sejam finalizadas até 2024.

“Há dez anos chegamos ao Brasil com a marca Heineken e expandimos o portfólio mainstream puro malte que se tornou uma referência de qualidade e sabor para os consumidores. Essa aceitação transformou o mercado brasileiro em um dos protagonistas nos resultados globais da companhia, o que nos permite expandir nossos investimentos no Brasil”, afirmou Maurício Giamellaro, CEO do Grupo Heineken no Brasil.

Raquel Lyra fala sobre atração de investimentos/Vídeo: Jairo Lima

“A gente só supera pobreza trazendo oportunidade para nossa gente. Estamos fazendo um trabalho com nosso time de fazer Pernambuco ser um estado mais atrativo, para gerar mais negócios, para expandir os arranjos produtivos que nós temos aqui. Isso desde a chegada com a recepção da agência de desenvolvimento, das licenças ambientais e instalação, o apoio e a participação junto aos municípios são fundamentais para que Pernambuco posso voltar a crescer sem deixar ninguém para trás”, disse a governadora.

Segundo Raquel, o governo tem dialogado com diversos segmentos empresariais, que já tem negócios em Pernambuco e outros que podem vir para o estado.

Raquel Lyra desafio empresa

Raquel Lyra ainda desafiou os executivos do Grupo Heineken a transformarem esses investimentos numa referência mundial do segmento. “Querermos ter essa parceria fortalecida. A gente gosta sempre de ser maior e melhor, que essa indústria de Pernambuco e de Igarassu que possa ser a melhor em sustentabilidade. O desafio está lançado”, reforçou Raquel Lyra.

Além disso, a governadora ressaltou que o Grupo Heineken tem o compromisso com o desenvolvimento sustentável. “O Estado celebra o anúncio desse investimento bilionário do Grupo Heineken com a certeza de que a companhia não só ampliará suas atividades em Pernambuco, como também irá melhorar a eficiência da utilização dos recursos naturais. É uma expansão que vai trabalhar a geração de oportunidade conectada ao desenvolvimento sustentável, com a redução de emissão de carbono, reutilização da água e diminuição do consumo de energia”, ressaltou Raquel Lyra. 

O evento reuniu o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Guilherme Cavalcanti; Mauro Homem, vice-presidente de Sustentabilidade & Assuntos Corporativos do Grupo Heineken e Rodrigo Bressan, vice-presidente de Produção da companhia devem participar do evento.

Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, Guilherme Cavalcanti, destacou o novo ciclo de crescimento do polo de bebidas de Pernambuco, um dos mais tradicionais da economia local. “Na contramão da crise, vemos os grandes players do setor, como a Heineken, anunciando investimentos em ampliação da produção no Estado, o que evidencia a resiliência do setor, a atratividade de Pernambuco como ambiente de negócio e a sua posição estratégica privilegiada para o atendimento dos mercados do Norte e Nordeste”, analisou.

Apenas no segmento de cervejarias, o polo de bebidas tem 12 unidades de produção de cervejas e chopes, que totalizam 2,4 mil postos de trabalho diretos. Boa parte delas conta com incentivos fiscais, por meio do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), coordenado pela secretaria e Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe).

Maurício Giamellaro, CEO do Grupo Heineken no Brasil, cumprimenta a governadora Raquel Lyra/foto: Janaína Pepeu/Secom

Pernambuco também será beneficiado por programas de impacto social por meio do Instituto Heineken. O projeto visa contribuir para o equilíbrio das comunidades da região e para a melhoria nas oportunidades de trabalho aos profissionais catadores, vendedores ambulantes e jovens em situação de vulnerabilidade.

O município de Igarassu foi o primeiro a receber um programa do instituto, que formou 150 jovens no último ano por meio do WeLab, uma jornada de aprendizagem pessoal e profissional gratuita, que capacita jovens de 18 a 24 anos em situação de vulnerabilidade social.

A partir das ações anunciadas pela companhia, o investimento prevê a modernização e implementação de tecnologias para ganho de eficiência energética e hídrica, geração de emprego e renda, além de iniciativas que visam o desenvolvimento socioeconômico e impacto social para as comunidades onde a indústria está inserida.

Ambev

Na semana passada, Raquel Lyra e a vice-governadora Priscila Krause anunciaram junto com a Ambev investimentos de R$ 10 milhões na Cervejaria Pernambuco, sua unidade em Itapissuma, Região Metropolitana do Recife. Na ocasião, a empresa comunicou que vai produzir marcas zero álcool em Pernambuco, para abastecer todo o Norte e Nordeste. A produção da Budweiser sem álcool, a Bud Zero, já foi iniciada.

Desde 2010, os investimentos realizados pela Ambev na Cervejaria Pernambuco superam os R$ 2,4 bilhões. A unidade de Itapissuma detém a maior produção de cervejas e refrigerantes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Além disso, é polo de produção de levedura para todo o país. Agora, passa a ser também líder na fabricação de cervejas zero nessas regiões.

Yazaki

Ainda com relação a investimentos para o estado de Pernambuco, a governadora Raquel Lyra recebeu, na última sexta-feira (28), no Palácio do Campo das Princesas, o presidente da Yazaki Mercosul, Lázaro Figueiredo. No encontro, foi apresentado o detalhamento do status de funcionamento da fábrica, localizada no município de Bonito, no Agreste do Estado, bem como a retomada das vendas do setor automotivo. Durante a visita institucional, a governadora destacou a situação em que se encontra o Estado e reforçou a importância da interiorização do desenvolvimento.

No encontro, o novo governo ouviu demandas e afirmou que trabalhará para garantir as condições de infraestrutura logística de atendimento à fábrica. “A fábrica da Yazaki, que atende ao Polo Automotivo de Goiana, e se localiza em Bonito, é um exemplo de como essa cadeia produtiva pode beneficiar todo o estado, tendo um impacto significativo na nossa economia e geração de empregos”, destacou Raquel Lyra.

BNDES

A governadora Raquel Lyra assinou junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (3), um contrato para a realização de estudos de modelos de participação de investimentos privados em prol de serviços de água e saneamento no Estado. O secretário de Recursos Hídricos e de Saneamento, José Almir Cirilo, também assinou o contrato. Já o secretário de Projetos Estratégicos, Diogo Bezerra, acompanhou a agenda que aconteceu na sede do Banco.

A governadora ressaltou a importância do estudo para que o Estado alcance os critérios estabelecidos pelo Marco Legal do Saneamento Básico. “O BNDES é um parceiro estratégico de desenvolvimento do Brasil e de Pernambuco, para que a gente possa trabalhar a universalização de acesso à água e de tratamento de esgoto no nosso Estado. Isso é para o enfrentamento aos graves indicadores que dispomos em Pernambuco. Somos o segundo estado do Brasil em racionamento d’água, com 2 milhões de pessoas sem acesso à água e 70% do esgoto não recebe tratamento. Vamos enfrentar essa questão com muito trabalho, transparência, diálogo. Agradecemos ao BNDES por estar nos apoiando em algo tão estratégico para o Estado”, afirmou.

Leia também:
Comissões da Alepe aprovam projeto de empréstimos para o Estado
Ambev faz investimentos de R$ 10 milhões para produzir marcas zero álcool
Raquel Lyra teve semana de negócios para Pernambuco
Dia do Trabalhador e dias trabalhados: chefes de executivo e Bolsonaro
Bolsonaro culpa medicação por vídeo golpista em 8 de janeiro
Dani Portela questiona transparência na contratação de empréstimo pelo governo
Vereadores repercutem aprovação de empréstimos de recursos para o Recife
Comissão do Senado chega a Pernambuco para discutir futuro da Hemobrás
Raquel Lyra faz giro pelo interior visitando e entregando obras

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias

Crédito para pessoa física cai na casa dos centavos, diz Anefac

Crédito entre 59,9% e 123,7% aa cai pouco

O crédito, segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade, se mantém caro e não acompanha o ritmo de redução da taxa Selic, que caiu agora para o nível mais baixo desde março do ano passado

Leia mais »