Dia do Trabalhador e dias trabalhados: chefes de executivo e Bolsonaro

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, vem demonstrando vontade de trabalhar com erros e acertos. Mas iniciativa ele tem. Desde o primeiro dia de gestão, no Planalto, nos estados, no exterior, errando ou acertando, está fazendo jus ao seu Partido dos Trabalhadores.


Cabe a mesma alcunha para a governadora Raquel Lyra, do PSDB, que seja em Brasília, percorrendo os municípios pernambucanos, indo a outros estados ou trabalhando no Palácio do Campo das Princesas vem demonstrando empenho para trabalhar desde os primeiros dias de governo.


O prefeito do Recife, João Campos, do PSB, também vem trabalhando cotidianamente desde que foi eleito. Seja no Recife, em Brasília, ou em outros estados, também com erros e acertos vem trabalhando.
Aliás, com erros e acertos, a maioria dos chefes de executivos tem aparecido trabalhando ultimamente.
Porém, o ex-presidente Jair Bolsonaro, que apareceu novamente zombando do povo brasileiro no último final de semana parece não caber a mesma alcunha. Bolsonaro foi apontado como um dos presidentes que menos trabalharam na história do País.


Um levantamento do Congresso em Foco mostrou que:
“entre 1º de janeiro de 2019 e 6 de fevereiro de 2022, Bolsonaro trabalhou, em média, 4,8 horas por dia. Além disso, a quantidade de horas trabalhadas vem caindo com o tempo. Passou de 5,6 horas, em média, em 2019, para 3,6 horas, em média, em 2022, o que representa uma redução de 35%”.


E ainda que:
“Do dia 1º de outubro — véspera do primeiro turno das eleições — até essa quarta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro (PL) trabalhou somente cerca de 24,25 minutos por dia. Dos 40 dias consultados, o presidente só teve compromissos em 11 deles. O levantamento foi feito pelo Congresso em Foco, com base nas agendas oficiais do presidente da República que foram divulgadas. Ao todo, o presidente trabalhou 16 horas e 10 minutos no período, equivalente a duas jornadas de oito horas praticadas pela maioria da população empregada”.


Ou seja, se aparentemente já não gostava, depois das férias nos Estados Unidos é que não aparece fazendo nada, mesmo. E quando aparece fora dos depoimentos prestados nas investigações que o cercam é para prestar desserviço. E tome leite condensado.

Márcia Conrado recebe premiação Prefeitura Amiga da Mulher na Assembleia Legislativa de Pernambuco 

Representando os municípios da categoria de 50 mil a 100 mil habitantes, a prefeita de Serra Talhada, Márcia Conrado (PT), recebeu, na noite desta quarta-feira (26), o prêmio Prefeitura Amiga da Mulher, concedido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco a gestões municipais que desenvolvem políticas públicas para fortalecimento da mulher. A indicação do título foi da então deputada estadual Teresa Leitão, hoje senadora da república. 

A premiação aconteceu no auditório Sérgio Guerra, na Assembleia Legislativa, e foi presidida pela deputada estadual Gleide Ângelo (PSB), que presidente da Comissão da Mulher no Legislativo estadual. “Fico muito honrada em saber que uma cidade sertaneja como a minha, governada pela primeira vez por uma mulher, recebe esse reconhecimento de um Casa Legislativa tão respeitada e proativa na formulação de políticas públicas para o povo pernambucano. Obtemos essa conquista fruto de muito trabalho e ações com políticas públicas voltadas para a população feminina, visando promover a igualdade de gênero. Lugar de mulher é sim onde ela quer. Precisávamos da oportunidade e depois que nos deram a oportunidade não vamos mais sair dos lugares que merecemos ficar”, afirmou a prefeita Márcia Conrado. 

Secretários do Governo de Pernambuco conhecem as áreas de construção da Escola de Sargentos do Exército (ESE)

Secretários do Governo de Pernambuco, representante da Procuradora Geral do Estado e o Diretor Presidente da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) conheceram, na jornada de 26 de abril, o Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcanti (CIMNC).


A atividade teve início com uma apresentação do Diretor do CIMNC, na qual foram destacados o histórico daquela unidade, as peculiaridades do campo no adestramento das tropas e os aperfeiçoamentos agregados na unidade, a partir da escolha da área para receber a Escola.


Em seguida, foram percorridas todas as áreas previstas para os equipamentos da ESE, com detalhadas explanações dos gerentes de projeto sobre as peculiaridades do conjunto principal, dos parques de instrução, da seção de educação física, do Batalhão de Comando e Serviços e das vilas militares de oficiais, subtenentes e sargentos. Houve, de igual maneira, um acurado briefing sobre os legados ambiental e de sustentabilidade, que o projeto incorpora.


Participaram da jornada os secretários Túlio Vilaça, da Casa Civil; Ana Luiza Ferreira, do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Fernando de Noronha; Fernando Holanda, da Assessoria Especial da Governadoria; secretário-executivo André Fonseca, de Desenvolvimento Urbano e Habitação; TC Sergio Lima, representante do Chefe da Casa Militar; Antiogenes Viana, Procurador-Chefe Adjunto do Estado e José de Anchieta, Diretor Presidente da CPRH.

João Campos debate Reforma Tributária com o LIDE Pernambuco

O prefeito do Recife João Campos participou de um encontro com empresários do Grupo LIDE Pernambuco, nesta quinta-feira (27), para debater o tema Reforma Tributária. O secretário extraordinário da Reforma Tributária do Ministério da Fazenda, o economista Bernard Appy, foi o palestrante do evento que ocorreu em um hotel em Boa Viagem. Logo na abertura, o gestor municipal afirmou que tem um compromisso em não aumentar impostos na cidade. Ele também destacou a importância da concretização de uma reforma que não prejudique o setor de serviços. 

“Firmei um compromisso. Nos quatro anos em que estaremos à frente da Prefeitura do Recife, nós não vamos aumentar nenhum imposto. Pelo contrário, nós estamos dando isenção para alguns empreendimentos em áreas específicas como é o caso do centro da cidade. Não haverá aumento da carga tributária no nosso município. O que a gente precisa é criar mecanismos no Brasil para gerar oportunidades”, destacou João Campos. 

Leia também:
Bolsonaro culpa medicação por vídeo golpista em 8 de janeiro
Dani Portela questiona transparência na contratação de empréstimo pelo governo
Vereadores repercutem aprovação de empréstimos de recursos para o Recife
Comissão do Senado chega a Pernambuco para discutir futuro da Hemobrás
Raquel Lyra faz giro pelo interior visitando e entregando obras
João Campos e senadores acompanham aprovação de R$ 2 bi para o Recife em comissão do Senado
Lula e João Campos assinam operação de crédito entre BID e o Recife, no valor de R$ 2 Bi
Retomada de programas e revisão de medidas marcam 100 dias de Lula
Gerenciando dados para mitigar desastres, Haxagon expande faturamento no NE
NitroVip traz professores de Harvard para curso de gestão e liderança no Recife

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias