Portos em busca da multimodalidade

Muitos portos e terminais portuários de uso privado dependem exclusivamente de trechos rodoviários
porto
Portos no Brasil seguem dependentes de estradas/Foto: Agência Brasil

Com a nomeação do presidente da Frente Parlamentar de Portos e Aeroportos, deputado federal Paulo Alexandre Barbosa, para relator do Projeto de Lei (PL) 406/2021, espera-se que avance no Congresso o tema da integração de portos organizados e terminais portuários de uso privado ao sistema nacional de vias terrestres.

O objetivo do PL é dar efetividade à integração física e operacional do modal de transportes no campo portuário. O PL tenta preencher uma lacuna deixada em aberto pelo Marco Legal de Setor Portuário. Quando foi instituído pela Lei 12.815, em 2013, ele não incluiu dispositivos que garantissem na operação portuária a multimodalidade.

Portos dependentes

Muitos portos e terminais portuários de uso privado dependem exclusivamente de trechos rodoviários, e na visão de quem atua no setor, isso depõe contra economicidade das operações logísticas e a melhoria das condições ambientais. O projeto 406/21 determina que os contratos de concessão de portos deverão conter cláusulas de preservação do meio ambiente e de integração ao sistema rodoviário e ferroviário.

Powershoring

As atenções se voltam nesta terça-feira, para o Fórum Powershoring: Transição Energética e Neoindustrialização de Pernambuco. O Powershoring, termo que se refere à instalação de indústrias em locais com alto potencial de energias renováveis, é considerado uma grande janela de oportunidades para atração de investimentos estrangeiros. O evento será realizado no cinema do Porto Digital, Bairro do Recife, a partir das 8h30.

- Publicidade -

Preço do carro elétrico

O excesso de oferta de carros elétricos na China está provocando uma guerra de preços entre os fabricantes. A demanda estimada por novos veículos no país é de 2,1 milhões, mas as montadoras devem colocar no mercado 2,3 milhões de automóveis. No país, a BYD e a Denza já promoveram cortes de 7,15% a 9,7%, em alguns modelos.

BNDES para micros

Nesta quarta-feira (17), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apresenta, no Recife, as principais linhas de financiamento para pequenas e médias empresas, incluindo soluções para capital de giro, aquisição de máquinas e equipamentos, além de crédito para projetos de investimentos. A apresentação é gratuita e as inscrições podem ser feitas através do site da instituição. O evento acontece a partir das 10h no auditório do Sebrae.

Mulheres na advocacia

A publicação Análise Advocacia Mulher 2024 revela que mais mulheres foram lembradas por suas atuações na área – a alta foi de 25% em relação à primeira edição de 2021. Entre as pouco mais de 1.380 advogadas lembradas no país estão as sócias do escritório Queiroz Cavalcanti Advocacia, Emília Belo e Luciana Martins.

Autismo

O Selo Azul – primeiro selo empresarial voltado a profissionais e estabelecimentos compromissados com a causa do autismo -, será lançado durante a ExpoTEA, maior feira dedicada exclusivamente ao autismo no Brasil. Será dirigido a empresas que destinam tempo para produzir produtos e serviços de qualidade para o autista. A feira acontecerá nos dias 7, 8 e 9 de junho, em São Paulo.

Fenearte

Sebrae/PE está com inscrições abertas até 5 de maio para os produtores artesanais interessados em expor no Espaço Sebrae Economia Criativa, na 24ª edição da Fenearte. A edição de 2024 acontecerá entre 3 e 14 de julho.

Leia também:

Governo facilita crédito e renegocia dívidas de pequenos negócios

Latam Cargo lança nova rota com Recife sendo ponte entre São Paulo e Manaus

Hidrogênio verde pode trazer investimentos de R$ 70 bi até 2030

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -