Paraíba investe R$ 60 milhões em rede de 12 aeródromos estaduais

Com os investimentos, municípios do interior do estado terão oportunidade de desenvolver setores como o comércio e o turismo, integrando-se aos aeroportos federais de João Pessoa e Campina Grand
Aeródromo de Monteiro na Paraíba
Balizamento noturno libera o espaço aéreo para voos convencionais – comerciais e domésticos, e não apenas de emergência no interior da Paraíba. Foto: Clovis Porciúncula/Divulgação

Além das obras já concluídas em Monteiro, outras cidades da Paraíba, como Catolé do Rocha, Itaporanga e Sousa, estão recebendo melhorias de balizamento noturno em seus aeródromos. O governo do estado está investindo cerca de R$ 60 milhões na melhoria da infraestrutura aeroportuária, em parceria com o Governo Federal e recursos próprios, como parte de uma estratégia para impulsionar o desenvolvimento econômico e regional.

As obras de melhoria também contemplam os aeródromos de Patos, Cuité, Guarabira, Araruna, Conceição, de Juazeirinho, com projeto em elaboração e Princesa Isabel, com obra sendo executada pelo município em parceria com o governo do estado. A meta é atingir os padrões da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), liberando o espaço aéreo para voos convencionais – comerciais e domésticos, e não apenas de emergência.

A iniciativa visa a execução de construção civil e elétrica para implementação à navegação noturna. Os trabalhos de adequação das cercas consistem na troca de arame farpado por telas de alumínio com revestimento em polietileno, fixadas em vigas de concreto horizontais e em estacas com pontas inclinadas.

Aeródromo de Monteiro na Paraíba
A meta é que aeródromos como o da cidade Monteiro atinjam os padrões da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Foto: Clovis Porciúncula/Divulgação

Essas melhorias não apenas garantem a segurança das operações aéreas, mas também abrem espaço para voos comerciais e domésticos, expandindo as possibilidades de transporte e conectividade dentro e fora do estado, com a integração aos aeroportos federais de João Pessoa e Campina Grand.

Integração aérea da Paraíba

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura e dos Recursos Hídricos (Seirh), Deusdete Queiroga, esses investimentos têm o objetivo de promover a interiorização e integração do estado, proporcionando oportunidades de desenvolvimento em diversas regiões. “A meta é dotar a Paraíba com 12 aeródromos nos principais eixos do estado, fortalecendo não apenas o transporte aéreo, mas também os setores comerciais e turísticos locais”, destacou o secretário.

- Publicidade -

Segundo Queiroga, esses investimentos são fundamentais para impulsionar o comércio, o turismo e a economia local. Com a modernização e ampliação da infraestrutura aeroportuária, ressaltam líderes empresariais e representantes da sociedade civil, a Paraíba se prepara para atrair mais investimentos, facilitar o acesso a novos mercados e promover um desenvolvimento mais equitativo e sustentável em todo o estado.

* Com informações do Governo da Paraíba

Leia mais: Latam Cargo lança nova rota com Recife sendo ponte entre São Paulo e Manaus

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -