Latam Cargo lança nova rota com Recife sendo ponte entre São Paulo e Manaus

Com este reforço, a afiliada de cargas do grupo Latam procura ampliar os seus negócios nas regiões Norte e Nordeste em um momento de surgimento de uma nova concorrente no segmento e que pretende operar na mesma rota São Paulo-Recife-Manaus
Boeing 767-300F Latam Cargo
Boeing 767-300F da Latam Cargo que fará esta rota transportará autopeças, fármacos, e-commerce, eletrônicos e alimentos perecíveisFoto: Latam Cargo/Divulgação

A partir do dia 9 de maio, a Latam Cargo começa a operar o voo semanal cargueiro Guarulhos-Recife-Manaus. Com capacidade para mais de 50 toneladas por voo, o Boeing 767-300F que fará esta rota transportará autopeças, fármacos, e-commerce, eletrônicos e alimentos perecíveis de São Paulo para o Recife e o envio de confecções, autopeças e alimentos perecíveis do Recife para Manaus.

Com este reforço, a afiliada de cargas do grupo Latam procura ampliar os seus negócios nas regiões Norte e Nordeste em um momento de surgimento de uma nova concorrente no segmento e que pretende operar na mesma rota São Paulo-Recife-Manaus.

A Levu Air Cargo encontra-se em processo de certificação junto à ANAC, com Viracopos, em Campinas (SP), sendo a principal base da companhia aérea, que vai ter operações no Recife (REC) e em Manaus (MAO).

A Levu vai atuar inicialmente com uma aeronave, o Airbus A321, com capacidade de carregamento de até 27 toneladas. A nova empresa aérea de carga pretende operar transportando materiais de alto valor, como automotivos e produtos fármaco-químicos, que têm maior complexidade de manuseio

Com o início da operação em maio, a capacidade da Latam Cargo no Recife terá um crescimento de 62,5% em maio comparado a abril. A empresa responde por 15% do mercado de cargas aéreas da capital pernambucana em voos domésticos e internacionais, segundo informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

- Publicidade -

Do Recife, a Latam Cargo já opera desde abril de 2022 uma rota de um voo que vem da Cidade do México, registrando quase duas mil toneladas de movimentação no seu primeiro ano. O Boeing 767-300F segue depois para Guarulhos (SP). No sentido inverso, a aeronave parte de São Paulo, faz parada na capital pernambucana, seguindo depois para Miami, nos Estados Unidos.

Por mês, esta rota embarca mais de 200 toneladas de cargas para o Brasil, tendo o Recife como porta de entrada no país. São encomendas principalmente da indústria do varejo, maquinários e autopeças. A rota México-Recife consegue reduzir de quatro para apenas um dia o tempo necessário para envio de cargas a setores que não podem ter quebras de estoque, paradas de linhas ou atrasos na produção.

Atuação da Latam Air Cargo

A Latam Cargo voa atualmente para 166 destinos em 33 países, sendo 18 deles exclusivos para cargas. Especificamente no Brasil, atende 49 destinos e conecta o País com outros 19 no exterior. Mundialmente, as afiliadas de carga do grupo contam com uma frota de 20 aeronaves cargueiras dos modelos Boeing 767-300F e Boeing 767-300BCF.

Leia mais: Nova companhia aérea nacional de cargas faz de PE sua base nordestina

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -