Alepe esclarece ajuste na previsão de receita do FPE na LOA

A ALEPE reafirma seu compromisso de promover o crescimento do estado e a qualidade de vida do povo pernambucano

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Com essa iniciativa, a ALEPE, contribuindo com o Poder Executivo, promove um incremento no seu orçamento da ordem de mais de R$ 800 milhões, a serem utilizados em áreas prioritárias – saúde, educação e segurança pública. Foto: Divulgação/Alepe

Leia a nota na íntegra:


Em virtude de informações distorcidas que vêm sendo divulgadas em alguns meios de comunicação, a Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (ALEPE) vem, através da presente nota, esclarecer à população pernambucana fato relevante relacionado à divergência na previsão da parcela da receita do Fundo de Participação do Estado (FPE) no Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA), remetido pelo Poder Executivo no dia 05 de outubro a esta Casa.

Provocado pelo Tribunal de Contas, que identificou a inconsistência, o corpo técnico da ALEPE confirmou a divergência de valores da ordem de R$ 1,1 bilhão relativos à subnotificação no PLOA do valor previsto para a parcela do FPE calculada pela Secretaria do Tesouro Nacional que não foi contabilizada integralmente na proposta.

Diante dessa constatação, a ALEPE, no exercício de suas prerrogativas constitucionais e por ocasião da apreciação do PLOA, promoveu a reestimativa da receita, de forma a assegurar o equilíbrio orçamentário entre os poderes, bem como garantir investimentos da ordem de mais de R$ 800 milhões nas áreas prioritárias de saúde, educação e segurança pública, que não estavam previstos no Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) enviado pelo Poder Executivo.

Para tanto, foram apresentadas emendas ao PLOA por diversos deputados e pela Mesa Diretora. Com essa iniciativa, a ALEPE, contribuindo com o Poder Executivo, promove um incremento no seu orçamento da ordem de mais de R$ 800 milhões, a serem utilizados em áreas prioritárias já descritas.

De outra feita, é de se ressaltar que não houve por parte da ALEPE qualquer modificação nos valores consignados pelo Poder Executivo para as diversas áreas. Assim, a ALEPE reafirma seu compromisso de promover o crescimento do estado e a qualidade de vida do povo pernambucano, sempre em perfeita harmonia com todos os poderes constituídos.

Leia também:
Comissões da Alepe debatem aumento da violência em audiência pública
Alepe elege Mesa Diretora para biênio 2025-26
“Vai ter eleição”, diz Álvaro Porto, presidente da Alepe
Armando Monteiro se filia ao Podemos de olho eleições de 2026 e pauta industrial
Aeroporto de Petrolina receberá investimentos de R$ 56 milhões
Silvio Costa Filho visita Petrolina para lançamento de obras do aeroporto
Dueire e Luciana visitam centro de pesquisas em Campinas
Lula e Humberto debatem crescimento do PT em 2024
João Campos reúne bancada federal e solicita emendas, em Brasília
Governo Federal autoriza duplicação da BR-423 em Pernambuco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias