Empresas de Pernambuco suprem demanda por serviços de TI no Nordeste

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
As clínicas de diagnóstico por imagem representam uma das áreas que mais se destacam na adoção de tecnologias inovadoras – e apresenta uma tendência de crescimento acelerado: entre 2011 e 2021, o setor registrou crescimento de 51,9% na região Nordeste, conforme a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed). Foto: Divulgação.

Empresas e startups de Pernambuco vêm suprindo uma demanda por serviços de Tecnologia da Informação (TI) em todo o Nordeste. Um dos setores em que essa necessidade é mais sensível é o de saúde, que apresenta crescimento constante na última década.

De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a área tem uma expectativa de crescimento estimada em 3,8% ao ano até 2025. Essa expansão ocorre, naturalmente, com um aumento nos investimentos em tecnologia e inovação, de forma a melhorar a eficiência, aumentar a produtividade e elevar a qualidade dos serviços oferecidos.

Conforme a pesquisa Moving the Future realizada com 3.500 estabelecimentos de saúde no Brasil, 76% dos CEOs de saúde pretendem investir em tecnologias como softwares de saúde e inteligência artificial no próximo ano.

Nesse sentido, as clínicas de diagnóstico por imagem representam uma das áreas que mais se destacam na adoção de tecnologias inovadoras – e apresenta uma tendência de crescimento acelerado: entre 2011 e 2021, o setor registrou crescimento de 51,9% na região Nordeste, conforme a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed).

Essa tendência é impulsionada por uma crescente conscientização da importância do diagnóstico precoce e preciso, bem como pela busca por tratamentos de saúde de qualidade e por serviços de tecnologia e suporte regionais, que permitem uma oferta de serviços mais ágil e específica à realidade local.

A T4i Solutions, empresa recifense especializada em desenvolvimento de softwares, vem investindo para atender às demandas desse setor na região Nordeste. Com o desenvolvimento de seu sistema para clínicas de diagnóstico por imagem, o UniClinika, a empresa pernambucana vem ocupando espaços antes ocupados por companhias multinacionais.

Tecnologia pernambucana impulsiona negócios

Esse foi o caso da Nova Diagnóstico por Imagem, clínica referência em cuidados médicos e diagnóstico por imagem em João Pessoa, na Paraíba. Com a adoção do software de gestão desenvolvido no Recife, a clínica tem experimentado uma transformação notável em suas operações, melhorando o atendimento aos pacientes e simplificando sua gestão interna.

Déborah Leite, COO da Nova Diagnóstico por Imagem, a migração para o sistema oferecido por uma empresa regional otimizou o trabalho dos colaboradores, reduzindo custos e oferecendo serviços mais personalizados para o cliente. Foto: Divulgação

Segundo Déborah Leite, COO da Nova Diagnóstico por Imagem, a migração para o sistema oferecido por uma empresa regional otimizou o trabalho dos colaboradores, reduzindo custos e oferecendo serviços mais personalizados para o cliente.

“Até recentemente, enfrentávamos desafios significativos em nossas operações diárias com
um sistema burocrático, que não nos atendia. Agora os nossos processos estão mais ágeis, nossos colaboradores trabalham melhor e nossos clientes estão mais satisfeitos”, destacou Déborah.

O movimento acompanha uma tendência de maior regionalização na área de tecnologia e inovação no Nordeste: conforme levantamento feito pela edtech Rocketseat, 20% dos desenvolvedores da área de Tecnologia da Informação estão no Nordeste – a segunda posição no país, atrás apenas da região Sudeste.

No caso específico de healthtechs como a T4i Solutions, o Nordeste representa 15,35% do mercado do país, com tendência de aumento de investimentos nos próximos anos, conforme a Associação Brasileira de Startups (ABStartups).

Essa maior oferta de serviços de tecnologia e inovação locais já produz resultados tangíveis. A partir da adoção do UniClinka, a Nova Diagnóstico registrou uma redução de 30% no tempo de agendamento de exames por telefone e de 50% no tempo de atendimento na clínica.

“O problema do sistema anterior era a burocracia, a falta de suporte adequado. Agora, a clínica dispõe de mais tempo para inovar e aprimorar seus serviços”, relata o Head de Tecnologia da Nova Diagnóstico por Imagem, Ricardo Anastácio.

Gustavo Dourado, sócio da T4i Solutions, uma das razões para o sucesso da implementação na Nova Diagnóstico foi a compreensão da realidade local e das necessidades da empresa. Foto: Divulgação

Conforme Gustavo Dourado, sócio da T4i Solutions, uma das razões para o sucesso da implementação na Nova Diagnóstico foi a compreensão da realidade local e das necessidades da empresa. “Realizamos uma verdadeira imersão para compreender os critérios da Nova Diagnóstico. A equipe se manteve disponível e foi sempre muito solícita durante esse processo de implantação”, conclui.

Leia também:
Aeroporto de Petrolina receberá investimentos de R$ 56 milhões
Silvio Costa Filho visita Petrolina para lançamento de obras do aeroporto
Dueire e Luciana visitam centro de pesquisas em Campinas
Lula e Humberto debatem crescimento do PT em 2024
João Campos reúne bancada federal e solicita emendas, em Brasília
Governo Federal autoriza duplicação da BR-423 em Pernambuco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias