Maria Arraes propõe um programa para combater evasão escolar

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Deputada Federal Maria Arraes (Solidariedade)

A evasão escolar é uma das faces mais cruéis da desigualdade e da vulnerabilidade social no Brasil. Dois milhões de meninas e meninos de 11 a 19 anos que ainda não terminaram a educação básica estão fora da escola no País, segundo estudo realizado pelo Ipec para o Unicef, o Fundo das Nações Unidas para a Infância. A necessidade de trabalhar fora e a dificuldade em acompanhar as explicações ou atividades são os principais motivos alegados pelos estudantes. Em Pernambuco não é diferente. Por causa da pandemia, a evasão escolar na rede pública estadual atingiu uma média de 4,7%. Diante da gravidade dos números, a deputada federal Maria Arraes (SD-PE) protocolou o projeto de lei 3041/2023, destinado à criação do Programa Criança na Escola.

“A evasão escolar não é só um problema de educação, é um problema social que impede o nosso desenvolvimento como nação. O Programa Criança na Escola se propõe a ser um instrumento eficaz para combater esse problema, proporcionando aos nossos estudantes um ambiente educacional acolhedor e motivador”, afirma a parlamentar, que integra a Comissão de Educação na Câmara.

O programa estabelece medidas concretas para garantir a permanência dos estudantes nas instituições de ensino, com diretrizes que incluem o fortalecimento da articulação entre escolas, famílias e comunidades, a identificação precoce de fatores de risco para a evasão escolar e a implementação de estratégias pedagógicas inovadoras para estimular o interesse dos estudantes pela aprendizagem.

“Determinamos também a criação de parcerias no intuito de inserir atividades extracurriculares, sejam elas esportivas, culturais ou sociais, que permitam incentivar o interesse do aluno e seu engajamento na escola, assim como ampliar conhecimentos e possibilitar uma formação profissional mais completa”, detalha Maria Arraes.

Além disso, o programa propõe a criação de um grupo nacional para o levantamento, acompanhamento e difusão de iniciativas locais de combate à evasão escolar. Este grupo será composto por representantes do governo federal, governos estaduais e da sociedade civil, garantindo a representatividade de todos os estados da Federação.

A proposta também enfatiza o desenvolvimento de ações de orientação profissional e apoio psicológico aos estudantes e familiares, buscando fortalecer a importância da educação em todo o ambiente familiar. “Precisamos unir todos os esforços possíveis para evitar a desistência escolar e garantir que as nossas crianças e jovens se desenvolvam como cidadãos plenos”, finaliza Maria Arraes.

Leia também:
Governador do Piauí apresenta diferenciais na produção de hidrogênio verde na Alemanha
Em Sergipe, Prato do Povo vai ofertar 75 mil refeições por mês para famílias em extrema pobreza
Aeroporto do Recife ganha voo Recife-Orlando e cresce malha aérea em junho
Quem segura João Campos em 2024?
João Campos assina contrato com BID no valor de R$ 2 bilhões


Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias