Paulo Dantas assegura recursos do Novo PAC para Alagoas

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Governador Paulo Dantas, ao lado dos ministros Rui Costa e Silvio Costa Filho: PAC terá investimento de R$ 1,8 bilhão em Alagoas. Foto: Pei Fon/Agência Alagoas
Governador Paulo Dantas, ao lado dos ministros Rui Costa e Silvio Costa Filho: PAC terá investimento de R$ 1,8 bilhão em Alagoas. Foto: Pei Fon/Agência Alagoas

O governador Paulo Dantas (MDB) assegurou, junto ao governo federal, recursos do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a construção de 11.102 novas moradias do Minha Casa, Minha Vida na capital alagoana, e a duplicação do Arco Metropolitano de Maceió. O anúncio das obras foi feito nesta segunda-feira (30) pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa, em evento no Centro de Convenções.

No total, a infraestrutura de transporte terrestre será incrementada com dez projetos — somando R$ 1,8 bilhão de investimento, incluindo a adequação da BR-104 (Messias-São José da Laje), o projeto de adequação da BR-316 (Pilar-Palmeira dos Índios) e a construção da BR-416 (Colônia Leopoldina–Ibateguara). O programa inclui também investimento para o transporte ferroviário, com a realização de estudos para novas concessões da Malha Nordeste.

O governador disse que os projetos contemplados no Novo PAC vão beneficiar milhares de alagoanos, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico do estado. Paulo Dantas lembrou ainda que o Estado vem executando com recursos próprios cerca de nove mil unidades habitacionais em Alagoas. “Algumas delas já praticamente prontas, próximas de serem inauguradas”, contou, aproveitando para enaltecer o programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.

“O programa Minha Casa, Minha Vida é um programa extraordinário, que dá cidadania, dignidade, que amplia o poder de compra do cidadão porque ele deixa de pagar o aluguel e, com isso, passa a ter mais poder de consumo”, destacou o governador.

O ministro Rui Costa falou que o Novo PAC foi lançado fazendo algumas ajustes e melhorias, aproveitando o conhecimento dos outros programas. Foto: Pei Fon/Agência Alagoas

O ministro Rui Costa destacou que o Novo PAC foi lançado fazendo algumas ajustes e melhorias, aproveitando o conhecimento dos outros programas. “Entre essas melhorias foi adotado, por exemplo, o critério diminuição de distância do centro urbano das cidades para a localização dos condomínios e melhorias construtivas”, disse Costa.

Em Alagoas, estão previstos investimentos públicos de aproximadamente R$ 1,8 bilhão. Foto: Luiz Siqueira/MT.

Já o ministro dos Transportes, Renan Filho, disse que o conjunto de ações do Ministério dos Transportes em obras de infraestrutura por meio do Novo PAC vai possibilitar o crescimento do turismo em Alagoas e facilitar a integração da capital com o interior do estado.

“Vai haver mais fluxos de pessoas na capital e no interior, por isso esses investimentos são fundamentais para melhorar o turismo, facilitar para quem nos visita e para o próprio alagoano”, disse o ministro dos Transportes.

Ele lembrou que em janeiro deste ano, quando o governo Lula assumiu, foram encontradas 180 mil unidades do Minha Casa, Minha Vida paralisadas, muitas delas com 90% das obras concluídas. [Desde então] O presidente Lula já entregou dezenas, desde o início do ano, dezenas desses conjuntos habitacionais, o último inclusive na última semana”, lembrou o ministro.


Arco Metropolitano

De acordo com o cronograma do Ministério dos Transportes, as obras do Arco Metropolitano devem começar já no primeiro semestre de 2024. A licitação foi feita em setembro do ano passado, e contrato assinado em março deste ano. Ao todo, serão 34 km de duplicação das BRs 326 e 424, além da AL-101, no trecho que compreende Satuba, Pilar e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O ministro dos Transportes, Renan Filho, do MDB, lembrou que a mobilidade urbana de Maceió tem sido um problema para o desenvolvimento de Alagoas e que a execução do Arco Metropolitano vai contribuir para resolver parte desse problema.

“Alagoas cresceu bastante o ano passado, acima da média do Nordeste, e este ano vai crescer 7.2%, que é o maior crescimento da região e um dos três maiores crescimentos econômicos do Brasil. Isso significa dizer que vai haver mais fluxo de pessoas na capital e no interior, por isso esses investimentos são fundamentais para melhorar o turismo, facilitar para quem nos visita para o próprio alagoano”, ressaltou.
Além das obras na capital, o Novo PAC também prevê a construção do novo Hospital Metropolitano do Agreste, em Arapiraca; a garantia da conectividade de 2.357 escolas, além do investimento para retomar as obras do trecho 5 do Canal Adutor do Sertão Alagoano. Ao todo, o programa prevê recursos superiores a R$ 46 bilhões.

Com previsão total de R$ 1,7 trilhão em investimentos públicos e privados, o Novo PAC tem como os principais objetivos gerar empregos e renda, reduzir desigualdades sociais e regionais e acelerar o crescimento econômico. Segundo o governo, as ações do programa estão comprometidas com a transição ecológica, a neoindustrialização, o crescimento com inclusão social e a sustentabilidade ambiental.

O lançamento do programa em Alagoas conta com a presença dos ministros dos Transportes, Renan Filho, de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, e demais autoridades.

O que tem no Novo PAC para Alagoas?

  • Obra de adequação da BR-104/AL – Messias – São José da Laje;
  • Projeto de adequação da BR-316/AL – Pilar – Palmeira dos Índios;
  • Obra de construção da BR-416/AL – Colônia Leopoldina – Ibateguara;
  • Obra de duplicação da BR-101/AL – 2 lotes;
  • Obra de duplicação da BR-101/AL – lote 6;
  • Obra de duplicação da BR-101/AL – Novo Lino – Joaquim Gomes;
  • Obra de duplicação da BR-101/AL e acesso a Porto Real do Colégio;
  • Obra de duplicação do Arco Metropolitano de Maceió – BR-316/424/AL;
  • Estudos para concessão da BR-101/SE/AL/PE;
  • Estudos de nova concessão da Malha Nordeste (ferrovias).

Leia também:
Governo Federal e empresas aéreas apresentam malha de voos para o verão
Ministro Márcio França e Pedro Campos debatem empreendedorismo no Porto Digital
João Campos anuncia construção do Parque da Tamarineira
Câmara aprova projeto de lei de taxação para super-ricos
Antonio Coelho debate Turismo do Recife com ministro José Múcio
Comissão do Senado faz diligência sobre prédios-caixão nesta quinta em PE
Com Lula e governadores do NE, BNDES e FIDA destinam R$ 1,8 bi para Sertão
Raquel Lyra encontra Lula e Haddad nesta terça em Brasília
Humberto defende protagonismo do PT nas eleições de 2024 no Recife

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias