Gol volta a ofertar voos extras de Buenos Aires para Maceió no mês de julho

Estado reduziu carga tributária do querosene de aviação, garantindo compromisso com a Gol Linha Aéreas em aumentar número de voos
Voos Gol Alagoas
Foto: Setur-AL/Divulgação

Por Vanessa Siqueira, de Alagoas

O Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, em Maceió, voltará a contar com voos extras vindos da Argentina durante o mês de julho, considerado de baixa temporada. Os voos serão operados pela companhia aérea Gol Linha Aéreas e acontecerão nos finais de semana com previsão de dois a cada semana.

A argentina é considerada, pela Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur), como um dos principais mercados emissores de turistas internacionais no estado.

Nos meses de janeiro e fevereiro, o aeroporto de Maceió registrou mais de três mil embarques e desembarques, sendo que a maior parte dessas pessoas são estrangeiros, cerca de 71% oriundos da América do Sul. A Argentina figura como o país com maior número de turistas. Outros 28% têm nacionalidade europeia, e a origem mais frequente dos visitantes europeus é Portugal.

A Gol foi a primeira a garantir o menor benefício fiscal do estado e teve redução da carga tributária no QAV – o querosene de aviação, em cerca de 45%. Desta forma, o ICMS caiu de 9% para 5%. A redução gerou o compromisso da empresa com Alagoas em incrementar o número de voos durante o ano.

- Publicidade -

Gol no Zumbi dos Palmares

A companhia figura como uma das maiores companhias aéreas que opera no país e foi responsável por cerca de 35% de todos os voos operados no Aeroporto Zumbi dos Palmares, em 2023. Entre embarques e desembarques, foram mais de três mil voos operados em 2023. Já de janeiro a maio de 2024, a companhia aumentou em mais de 140 voos na malha regular, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

“Seguimos trabalhando para promover o destino, fortalecer as regiões turísticas no que tange à infraestrutura logística do destino e seus produtos, assim como ampliar e fortalecer os mercados de atuação. Alagoas tem vocação natural e uma rede hoteleira em expansão capaz de absorver a demanda crescente de turistas no estado. Nosso objetivo principal é que essas operações sejam realizadas com sucesso e que seja dada continuidade aos voos, perpassando por toda nossa alta temporada”, disse a secretária do Turismo, Bárbara Braga.

Leia mais: Com mais voos e cruzeiros, Alagoas movimentará R$ 2 bilhões em turismo

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -