Governador eleito de Sergipe inicia ações para atração de investimentos do Leste Europeu

Em agenda administrativa, o Fábio Mitidieri apresentou as potencialidades de Sergipe para representantes da Rússia e Bielorrússia.
Fábio Mitidieri, governador eleito de Sergipe (de terno azul), em reunião com representantes do governo Russo

O governador eleito de Sergipe, Fábio Mitidieri, em agenda administrativa em Brasília, se reuniu, nesta quarta-feira (14), com representantes dos governos da Rússia e da Bielorrússia para apresentar as potencialidades do estado nas áreas de turismo, petróleo e gás, fertilizantes, agronegócio e saneamento básico.

Ao lado do senador eleito Laércio Oliveira, Mitidieri visitou a embaixada russa e apresentou as potencialidades de Sergipe ao ministro conselheiro da Embaixada da Federação da Rússia, Andrei Petrov, e ao chefe da representação comercial da Rússia no Brasil, Viktor Sherementker. O governador eleito destacou a produção de fertilizantes e a diversidade da matriz energética de Sergipe, que produz gás, energia eólica, petróleo e possui hidrelétrica. O empresário sergipano do ramo de energia Joaquim Ferreira, acompanhou as visitas.

“O governo vem trabalhando para tornar o estado uma referência na produção de gás e de energia limpa, principalmente após a descoberta de campos em águas profundas, com a capacidade de produção de petróleo e gás confirmados de 20 milhões de m3/dia, isso abre uma nova perspectiva econômica e energética para Sergipe”, disse o governador eleito.

Mitidieri anunciou que ainda no primeiro semestre de 2023, haverá nova reunião com representantes do governo russo. “Acordamos de recebermos uma missão Russa em Sergipe nos  primeiros meses do ano para estreitarmos as relações e darmos início as possíveis parcerias”, afirmou.

Bielorrússia

Fábio Mitidieri e Laércio Oliveira estiveram também com o embaixador da Bielorússia, Sergey Lucashevich, e o primeiro secretário, Maksim Zadnepryanyi, para debater a instalação de fábrica de tratores, de caminhões e de ônibus elétricos em Sergipe.

- Publicidade -

Na ocasião, ficou agendada reunião, em Sergipe,  dia 9 de janeiro para dar início às tratativas e às negociações de comércio bilateral. “Além das montadoras de tratores e de caminhões e ônibus elétricos, queremos também que o embaixador conheça pessoalmente nossos produtos para que possamos  estudar a viabilidade de exportá-los via Bielorrússia”, disse Fábio.

Leia também:

Veja como a transição de governos avançam nos estados no Nordeste

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -