terça-feira, 16/04/2024

Agreste Tex deve movimentar R$ 300 milhões em negócios

A próxima Agreste Tex acontecerá em Caruaru em 2026
A Agreste Tex traz fabricantes de máquinas, tecidos e tendências para a feira que ocorre a cada dois anos em Caruaoutros materiais usados. Foto: Armando Lima/Divulgação

A sétima edição da Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil e de Confecção (Agreste Tex) deve movimentar R$ 300 milhões em negócios até esta sexta-feira (22), quando o evento se encerra no Polo Comercial de Caruaru, no Agreste do Estado. O empreendimento fica no km 62 da BR-104. São mais de 300 marcas, vários tipos de máquinas em exposição, além de palestras, oficinas, produtos e serviços de tecnologia nas áreas de malharia, confecções e design.

“Um dos objetivos do evento é estimular jovens criadores, novos talentos. Fizemos um concurso e os 10 que ficaram como finalistas desfilaram com as suas criações. Nos surpreendeu a qualidade dos trabalhos, muito bonitos. Eles também apresentaram muitos “, comenta o diretor de comunicação do Febratex Group, Helvio Pompeo Júnior. O mote do concurso foi o Agreste e aí os designers exploraram mandacarus, os caiporas de Pesqueira, entre outros temas tão característicos da região. Também apresentaram muitas criações com jeans, produto muito fabricado no polo.

- Publicidade -

Alguns dos finalistas ganharam licenças para utilizar -por dois anos – alguns programas utilizados no design de confecções. “É uma aposta no mercado de criação, porque está tudo muito cópia. Existe muita cópia nos grandes centros da moda”, diz Hélvio.

Evento no Agreste

A feira ocupa um espaço de 8 mil metros quadrados com soluções que vão desde máquinas de tear, de costura, de impressão digital, de estampa digital e de tecidos mais sustentáveis. Uma das máquinas mais caras está sendo vendida por R$ 1 milhão . Também estão presentes ao evento empresas, como a Texneo, de Santa Catarina, que produz diversos tecidos a partir de materiais recicláveis. “Nós temos uma malha que é feita totalmente de garrafas pet. Além dela, temos a poliamida reciclada, o elastano reciclado e o fio de bioamida, que é produzido a partir da biomassa do milho”, afirma a coordenadora de Desenvolvimento da Texneo, Thaíse de Oliveira.

“É uma feira bem completa para quem produz moda”, conta Helvio, que já fala da próxima feira que terá a sua oitava edição em Caruaru em 2026. “Vai ser gigantesca e já temos uma programação para até 2030. A nossa intenção é fazer eventos com menos impacto ambiental”, comenta. O atual evento começou na terça-feira (19) e se encerra à noite desta sexta-feira (22).

- Publicidade -

O Febratex Group realiza a quarta maior feira têxtil do mundo, que acontece na cidade de Blumenau, em Santa Catarina. “Recebíamos muitas delegações de pernambucanos que pediam para que uma feira têxtil fosse realizada no Estado. Fizemos a primeira há 15 anos no Agreste e não paramos mais. Pernambuco tem muito pra crescer nesta área e o Ceará também”, conclui.

Leia mais

BYD aumenta investimento na montadora baiana para R$ 5,5 bilhões

Rubens Ometto avança com o etanol 2G na transição energética

.

        

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -