terça-feira, 16/04/2024

BYD aumenta investimento na montadora baiana para R$ 5,5 bilhões

Os primeiros veículos serão montados com peças importadas da China em 2024
Terreno onde será construída a futura montadora da BYD no Polo de Camaçari, na Bahia. Foto: BYD/Divulgação

A diretoria da montadora chinesa BYD anunciou o aumento do investimento de R$ 3 bilhões para R$ 5,5 bilhões na fábrica de veículos que a empresa está implantando no Polo de Camaçari, na Bahia. Isso significa um aumento de 83% do que foi anunciado inicialmente. O incremento dos investimentos vai contribuir para que a empresa acelere a futura fabricação de carros elétricos no Brasil.

Junto com o aumento dos investimentos, a diretoria da empresa anunciou a construção também de cinco prédios residenciais, que serão destinados aos funcionários da fábrica. Os empreendimentos ficarão a 3,5 km de distância do complexo, em uma área de aproximadamente 81 mil m² e terão a capacidade de abrigar 4.230 pessoas.

- Publicidade -

“Nos últimos 30 anos, pouco foi investido no setor automotivo no Brasil. Mas a chegada da BYD mexeu com o mercado e agora várias outras montadoras estão anunciando investimentos para o longo prazo. Importante ressaltar que os nossos R$5,5 bilhões serão investidos num curto espaço de tempo. Nós queremos acelerar as obras para logo ter os primeiros carros produzidos na Bahia”, disse a vice-presidente mundial da BYD, Stella Li num evento que ocorreu na segunda-feira (18). Ela estava acompanhada do conselheiro especial da BYD, Alexandre Baldy.

Em janeiro, a empresa anunciou que dobraria a quantidade de empregos, gerando 10 mil postos de trabalho. Quando foi anunciada, a planta empregaria cerca de 5 mil pessoas. A fábrica está se instalando no Polo de Camaçari que vai voltar a ser um importante polo automotivo com a implantação da BYD. A região estava sem uma montadora desde que a fábrica da Ford paralisou as suas atividades em janeiro de 2021.

Primeiros veículos da BYD montados no Brasil

A previsão é de que os primeiros veículos da BYD comecem a ser montados no complexo baiano com peças importadas da China até o fim de 2024. A partir de 2025, os carros devem ter 25% de componentes produzidos no Brasil. No primeiro momento, a fábrica baiana terá capacidade instalada de produzir 150 mil veículos por ano. Numa segunda etapa, pode chegar a 300 mil carros anuais. A unidade baiana vai ser a primeira fábrica de veículos da montadora chinesa fora da Ásia.

- Publicidade -

O complexo industrial vai se instalar numa área total de 4,6 milhões de m² adquiridos ao Governo da Bahia por R$287.816.458,00. Na primeira etapa das obras, serão 26 novas instalações entre galpões de produção, pista de testes e outras estruturas que vão ocupar uma área de cerca de 1 milhão de m².

A BYD chegou ao Brasil em 2013. Atualmente, é líder na comercialização de veículos elétricos no Brasil e atua também na fabricação de tecnologia de energia solar. No País, a empresa possui fábricas de montagem de chassis de ônibus 100% elétricos e de produção de módulos fotovoltaicos, ambas localizadas em Campinas, no interior de São Paulo.

No Polo Industrial de Manaus (AM), a empresa tem uma unidade dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio. A companhia também importa empilhadeiras, paleteiras, rebocadores e caminhões para o Brasil, todos 100% elétricos. A companhia é responsável por um projeto de SkyRail (monotrilho) na cidade de São Paulo (SP) linha 17 – Ouro do metrô.

*Com informações da BYD

Leia também

Indústria automobilística: qual o impacto do 3º ciclo de investimentos no NE?

BYD inicia obras em Camaçari com investimentos de R$ 3 bilhões

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -