PE terá 1ª indústria de e-metanol do Brasil, com investimento de R$ 2 bilhões

O projeto da indústria em Suape seguirá o modelo da planta da European Energy já em construção na Dinamarca, com estimativa de que 100 mil toneladas do e-metanol sejam movimentadas pelo porto pernambucano por ano
Vice-governadora de Pernambuco Priscila Krause e representante da European Energy
A governadora em exercício Priscila Krause conversou com representantes da empresa de origem dinamarquesa que anunciaram investimento em Pernambuco. Foto: Miva Filho/ Secom

Com início das operações previsto para julho de 2026, Pernambuco vai abrigar a primeira indústria de produção de e-metanol do Brasil. Ela será instalada em uma área de dez hectares dentro do Complexo Industrial de Suape, no Litoral Sul do Estado. Para o projeto, a empresa European Energy estará aportando um investimento de R$ 2 bilhões. A estimativa é de que 100 mil toneladas do e-metanol sejam movimentadas pelo porto por ano.

Um grupo de executivos da companhia dinamarquesa consolidada no Brasil no ramo de energia limpa se reuniu na manhã desta sexta-feira (12) com a governadora em exercício Priscila Krause, no Palácio do Campo das Princesas. O projeto em Suape seguirá o modelo da planta já em construção na Dinamarca.

“Vemos muito potencial para essa indústria de hidrogênio verde e seus derivados. É uma junção de diferentes fatores e Pernambuco reúne todas as condições necessárias para que essa indústria realmente deslanche aqui”, afirmou o gerente de projetos de European Energy no Brasil, Alexandre Groszmann.

De acordo com Priscila Krause, essa é uma iniciativa que dialoga com o desenvolvimento de uma economia limpa, que tem sido prioridade para o Estado. “Mais uma vez, Pernambuco sai na frente atraindo a instalação de um projeto pioneiro em energia renovável no país. Isso fortalece um trabalho que vem sendo feito por nossa equipe, inserindo o Estado nesse momento de transição energética para que possamos ter a nossa produção com o máximo de descarbonização possível”, destacou a governadora em exercício.

Empregos com e-metanol

O valor global do contrato para arrendamento da área é de R$ 33 milhões em um período de 25 anos. “A abertura que o Governo do Estado está fazendo para que consigamos ter êxito é fundamental. Assim, vamos conseguir gerar empregos e melhorias, até no nível de complexidade dos produtos que Suape vai exportar”, concluiu o diretor executivo da European Energy no Brasil, Marcos Vinicius Cerruti.

- Publicidade -
Vice-governadora de Pernambuco Priscila Krause e representantes da European Energy
Grupo de executivos da companhia consolidada no Brasil no ramo de energia limpa visitou o Palácio do Campo das Princesas. Foto: Miva Filho/ Secom

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Guilherme Cavalcanti, a chegada desse empreendimento é mais um passo importante que o Estado dá na transição rumo ao hidrogênio verde e outras tecnologias que virão no futuro. “Uma das prioridades do governo Raquel Lyra é atrair investimentos que possam plantar sementes hoje, para serem colhidas no futuro da transição energética. Esse é um grande ganho para o nosso Estado”, comemorou o titular da pasta.

Na última terça-feira (9), Priscila Krause participou da cerimônia de assinatura da Medida Provisória das Energias Renováveis e da Redução Tarifária, realizada no Palácio do Planalto, em Brasília. A MP foi assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o propósito de fomentar investimentos no segmento de energias renováveis no Brasil, e reduzir a tarifa de energia elétrica para os consumidores.

A iniciativa concentra-se na segurança do abastecimento energético, visando atrair projetos de energia limpa para o país, especialmente nas regiões Norte e Nordeste. Segundo informações do governo federal, os investimentos previstos devem atingir a marca de R$ 165 bilhões, com a capacidade de criar 400 mil empregos.

O projeto da indústria de e-metanol em Suape seguirá o modelo da planta da European Energy já em construção na Dinamarca
O projeto da indústria de e-metanol em Suape seguirá o modelo da planta da European Energy já em construção na Dinamarca. Foto: European Energy/Divulgação

Saiba mais sobre a European Energy

A EE Metanol do Brasil Ltda. é uma subsidiária controlada pela European Energy constituída em 2023 com o objetivo de implantar unidades industriais para produção de e-metanol em território nacional.

A European Energy possui dois projetos operacionais no Brasil: uma planta solar localizada na Paraíba, na cidade de Coremas, de 93MW, e também o Complexo Eólico Ouro Branco e Quatro Ventos, localizado em Pernambuco, com capacidade de produzir 94MW.

A empresa fará parte do projeto Metanol Suape, pioneiro no Brasil, previsto para começar a operação no segundo semestre de 2026. A previsão de movimentação portuária é de 100 mil toneladas/ano de e-metanol a partir do Porto de Suape.

O e-metanol ou metanol verde é obtido de fontes renováveis e livre de emissões poluentes, especialmente quando derivado do hidrogênio verde. Ele se destaca como um combustível líquido de baixo teor de carbono, emergindo como uma alternativa viável aos combustíveis fósseis em setores desafiados pela descarbonização, como o transporte marítimo.

* Com informações do Governo de Pernambuco e da European Energy

Leia mais: Hidrogênio verde: RN avança em projetos e defende regulamentação

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -