Humberto envia representação para PGR que pode cassar registro do Partido Liberal

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
O senador Humberto Costa pede investigação que pode levar a cassação do registro do PL. Foto: Roberto Stuckert Filho
O senador Humberto Costa (PT) pede investigação que pode levar a cassação do registro do PL. Foto: Roberto Stuckert Filho

O senador Humberto Costa (PT), vice-presidente nacional da legenda, enviou uma representação à Procuradoria Geral da República (PGR) para que seja aberta abra investigação sobre a participação do PL em tentativa de golpe e abolição violenta do Estado democrático de Direito. O PL tem a segunda maior bancada do Senado, com 12 parlamentares.

“Se comprovada a atuação, vou requerer a cassação do registro do partido por envolvimento em atividade criminosa”, avisa Humberto.

Na Operação Tempus Veritatis, deflagrada pela Polícia Federal desta quinta-feira (8/2), o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, foi preso, em Brasília, por porte ilegal de arma. A princípio, Valdemar Costa Neto seria apenas alvo de mandados de busca e apreensão. No entanto, durante as ações, ele foi flagrado portando ilegalmente uma arma, o que justificou sua prisão.

Leia também:
Valdemar Costa Neto é preso por porte ilegal de arma
Bolsonaro é alvo de operação da PF e terá que entregar passaporte em 24h; militares são presos
Lula vai ao Egito e à Etiópia reforçar os laços do Brasil com a África
Governo Federal transfere Parque da Jaqueira para o Recife

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias