João Campos X Raquel Lyra: quem vai melhor nas redes sociais?

O estudo analisou o engajamento dos perfis do Instagram e Facebook de João Campos e Raquel Lyra

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Neste ano, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), será candidato à reeleição, provavelmente, contra um representante do Palácio do Campos das Princesas, da governadora Raquel Lyra (PSDB). Fotos: Helia Sheppa/ PCR e Danilo Cariolano/ Secom

Não vale só governar, tem que governar e postar. Em 2024, as eleições municipais serão marcadas, mais uma vez, pelo crescimento das estratégias de campanha através das redes sociais. O prefeito do Recife, João Campos (PSB), será candidato à reeleição, provavelmente, contra um representante do Palácio do Campos das Princesas, da governadora Raquel Lyra (PSDB). 

Mas, enquanto a campanha não chega, é preciso prestar contas do serviço à população cotidianamente, ou ainda melhor, interagir junto aos internautas e eleitores. É justamente no ponto da interatividade que o estudo da Ativa Web analisou o engajamento dos perfis do Instagram e Facebook de João Campos e Raquel Lyra. 

O engajamento é contado de acordo com as interações que o perfil recebe na rede social. Foto: Divulgação

Fundamental para realizar a análise, o engajamento é contado de acordo com as interações que o perfil recebe na rede social. Para ser mais exato, a quantidade de curtidas e comentários que uma publicação recebeu. Vale mencionar que essas duas métricas do Instagram não são os únicos tipos de interação, embora sejam as únicas contabilizadas. 

João Campos teve na postagem com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seu maior engajamento. Raquel Lyra teve mais sucesso com a postagem mais descontraída sobre a redução do IPVA em Pernambuco. Foto: Divulgação.

João Campos apresentou um alto índice de engajamento de 3.03%, indicando uma forte  interação com seu público. Em média, ele recebeu 35.115,30 curtidas e 1.600 comentários por postagem, o que é bastante expressivo. O prefeito tem 1.210.542 seguidores, destacando uma presença digital significativa. Vale a pena ressaltar que o socialista atingiu a marca de 1 milhão de seguidores no dia 29 de dezembro do ano passado, o que significa um crescimento de mais de 200 mil perfis em menos de 1 mês. 

Destes, o post com maior destaque foi ao lado do Presidente Lula, recebendo 163.501 curtidas e 10.856 comentários. Esse número excepcionalmente alto sugere um forte interesse do público em conteúdo associado a figuras políticas de alto perfil.

“A análise do desempenho digital de João Campos, Prefeito de Recife, sugere que ele está emergindo como uma figura de destaque na política brasileira, especialmente no que diz respeito à sua estratégia de comunicação digital. Isso indica um sucesso considerável na criação de conteúdo que ressoa com uma audiência ampla e diversificada”, explica Alec Maracaja, Analista de Dados e Publicitário da Ativa Web.

Alec Maracaja, é o Analista de Dados e Publicitário da Ativa Web. Foto: Divulgação

Segundo Alec Maracaja, a forma como João Campos comunica-se com seus seguidores e a maneira como ele utiliza as redes sociais para ampliar sua influência e presença política são características marcantes de um “político 4.0”. “Esse termo refere-se a políticos que efetivamente utilizam as ferramentas digitais para se conectar com o eleitorado, demonstrando habilidade em adaptar-se às novas formas de comunicação política que são fortemente influenciadas pelas redes sociais”, relatou. 

Para o analista, João Campos está sendo comparado a ACM Neto, ex-prefeito de Salvador, que anteriormente ocupava uma posição de destaque no cenário político digital, o que também indica uma mudança significativa no panorama político digital do Brasil. “ACM Neto era conhecido por sua habilidade em usar as redes sociais para engajar com o público, e agora, Campos parece trilhar um caminho similar, consolidando-se como uma “influência política”, que é um termo que reflete a convergência entre a política tradicional e as novas formas de comunicação e influência na era digital”, pontuou. 

Já a governadora Raquel Lyra,  que tem 928.547 seguidores, teve um engajamento de 1.69%, o que é considerável, mas inferior ao de João Campos. Suas postagens tiveram uma média de 14.596,70 curtidas e 1.052,60 comentários, demonstrando uma boa interação com o público. 

Ela teve como destaque o anúncio do parcelamento do IPVA, com uma abordagem voltada ao público jovem,, com 29.245 curtidas e 2.283 comentários. “Isso mostra que tópicos relacionados a questões financeiras e a abordagens inovadoras podem ressoar bem com o público”, diz Alec Maracaja.

Raquel Lyra, apesar de um engajamento menor, tem um desempenho sólido nas redes sociais. “Sua postagem mais relevante indica que ela está sintonizada com as necessidades e o estilo de comunicação que ressoa com um público mais jovem”, ressaltou o analista.

Os dois políticos parecem entender a importância de uma presença online robusta e a necessidade de adaptar suas mensagens para diferentes segmentos do público, buscando maximizar o engajamento e a influência nas redes sociais.

Esta análise ressalta, acima de tudo, a importância de uma estratégia de mídia social bem planejada, capaz de alinhar questões políticas com as expectativas e interesses dos seguidores, potencializando o engajamento e a visibilidade digital.

Nesse caso específico, o acompanhamento desse embate digital gera ainda mais expectativas porque se o prefeito João Campos (PSB) confirmar o favoritismo das pesquisas de opinião e se reeleger para o cargo pode se credenciar para a disputa pelo Governo de Pernambuco, em 2026. Deste jeito, enfrentaria a governadora Raquel Lyra (PSDB), que, em tese, disputaria a reeleição.

Leia também:
Teresa Leitão aproveita recesso para fazer articulações nos municípios
Antônio Moraes discute com o governo estímulo ao consumo de etanol em Pernambuco
Secretaria de Turismo do Recife assina acordo entre a OMT e o Ministério do Turismo
Humberto faz giro pelo Agreste e prepara filiações ao partido
Em fevereiro, Lula visita Egito, Etiópia e Guiana
TSE: audiência aborda recursos para mulheres e negros nas eleições
TSE abre ciclo de audiências públicas sobre regras das Eleições 2024

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias