Alcides Cardoso faz balanço da oposição à gestão João Campos na Câmara do Recife

Líder da oposição na Câmara Municipal do Recife, o vereador Alcides Cardoso (PSDB) fez uma retrospectiva de seu trabalho parlamentar ao longo de 2023. Neste ano, ele afirmou que intensificou os trabalhos com a fiscalização em cima da gestão do prefeito João Campos (PSB). Veja como Alcides Cardoso respondeu ao Movimento Econômico: ME – Quais […]
O vereador Alcides Cardoso (PSDB) é o líder da oposição na Câmara Municipal do Recife. Foto: Phillipe Jonathan
O vereador Alcides Cardoso (PSDB) é o líder da oposição na Câmara Municipal do Recife. Foto: Phillipe Jonathan

Líder da oposição na Câmara Municipal do Recife, o vereador Alcides Cardoso (PSDB) fez uma retrospectiva de seu trabalho parlamentar ao longo de 2023. Neste ano, ele afirmou que intensificou os trabalhos com a fiscalização em cima da gestão do prefeito João Campos (PSB). Veja como Alcides Cardoso respondeu ao Movimento Econômico:

ME – Quais as principais ações do seu mandato?

- Publicidade -

AC – “Tivemos mais um ano de muito trabalho. Intensificamos a fiscalização  da gestão municipal, expondo os atrasos, e possíveis irregularidades nas licitações, a exemplo do Parque Eduardo Campos e do Hospital da Criança. Em outra frente, reforçamos o trabalho e monitoramento dos gastos do Executivo, como os R$3,5 milhões de patrocínio da Prefeitura ao Sul-Americano de Vôlei. 

Também realizamos audiência pública sobre o direito ao título de propriedade dos moradores da Zeis Encanta Moça, no Pina, afetados pelas desapropriações para o projeto de urbanização Novo Rio Pina. 

Neste ano, ainda conseguimos uma importante conquista com o acolhimento da minha indicação para a inclusão da Rua da Imperatriz na Lei do Recentro, beneficiando os proprietários de imóveis e comerciantes com o desconto total ou parcial do IPTU e ISS, por exemplo. Essa medida vai ajudar a resgatar o comércio da Rua da Imperatriz e aquecer a economia no centro da cidade. 

- Publicidade -

O ritmo de trabalho deve continuar intenso em 2024 porque o compromisso que assumimos com os recifenses é da defesa da boa utilização do dinheiro público e da transparência e isso não vai mudar porque é ano eleitoral. Pelo contrário, vamos reforçar as nossas ações de fiscalização a fim de garantir que as promessas do prefeito João Campos saiam do papel, beneficiem os recifenses e não causem desperdício aos cofres públicos”. 

ME – Como o senhor avalia o trabalho da oposição?

AC – “A bancada de oposição pode ser pequena, mas o impacto da nossa atuação é grande na opinião pública. A prova disso é que a base do governo e o Executivo sentem o peso das nossas fiscalizações e cobranças. Posso citar, como exemplo, a nossa atuação para que a Prefeitura desse transparência à utilização aos mais de R$70 milhões arrecadados neste ano com o pagamento das multas de trânsito no site da CTTU. Após cobrarmos isso na tribuna, a gestão publicou os dados na internet. Então, fazemos valer o papel que a oposição deve cumprir no regime democrático”. 

ME – Como a governadora Raquel Lyra (PSDB) influenciou nas decisões da bancada de oposição diante do governo João Campos? 

AC – “Não vejo influência da governadora Raquel Lyra nas tomadas de decisão da nossa bancada, já que o foco total dela está em governar o estado e fazemos parte do Poder Legislativo municipal. Acho até que quem coloca a governadora nas discussões na tribuna é a base governista e com o intuito claro de desviar o foco dos graves problemas da gestão João Campos e das mazelas da nossa cidade”. 

ME – Como o senhor está se preparando para as eleições municipais de 2024?

AC – “Vou repetir a máxima do saudoso ex-vice-presidente Marco Maciel: quem tem prazo, não tem pressa. O momento é de seguir concentrando os nossos esforços na fiscalização das obras, no monitoramento dos gastos públicos e no diálogo com a população. Como sempre digo, o vereador é o para-choque do povo e precisamos seguir no trabalho de verificar as denúncias que recebemos e dar voz às cobranças de melhorias nos serviços prestados pela Prefeitura. No momento certo, vamos fazer o debate sobre a eleição de 2024”.

ME – O que podemos esperar de um cenário que coloca o prefeito João Campos e um provável candidato apoiado por Raquel Lyra em 2024 nas eleições do Recife? 

AC – Temos que entender que o único nome que está em campanha é o prefeito João Campos. Ele possui um enorme aparato de comunicação, que tem um orçamento frequentemente incrementado por suplementações, inclusive, chegando a retirar recursos do Compaz e de ações de defesa aos direitos dos animais para aumentar o dinheiro da propaganda. Portanto, não dá para traçar um cenário baseado no que temos hoje. Além do candidato apoiado pela governadora, há outros nomes fortes da oposição que vão levar com certeza a disputa pela Prefeitura ao segundo turno”.

Segundo o vereador Alcides Cardoso, a governadora Raquel Lyra (PSDB) não interfere no âmbito municipal mesmo sendo correligionária do líder oposicionista da Câmara do Recife. Foto: Danilo Cariolano.

Leia também:
Natal: confira opções de lazer e o que abre e fecha no Recife no dia 25
João Campos convoca Câmara do Recife em caráter extraordinário
Humberto costura vice de João Campos
Álvaro Porto se reúne com ministros para tratar de exportações da Masterboi
TRE-PE cassa chapa de vereadores do PSB de Itamaracá
Raquel Lyra entrega quadra em escola indígena

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -