Lula volta a trabalhar do Palácio do Planalto na semana que vem

Ao final de seu discurso, Lula ficou de pé e disse que semana que vem voltará a despachar do Palácio do Planalto
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou, por videoconferência, da cerimônia de celebração dos 20 anos do programa Bolsa Família. Foto: João Risi/Audiovisual/PR
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou, por videoconferência, da cerimônia de celebração dos 20 anos do programa Bolsa Família. Foto: João Risi/Audiovisual/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva volta a despachar do Palácio do Planalto a partir da semana que vem. O presidente se recupera de uma cirurgia no quadril, realizada em 29 de setembro, em Brasília, e desde que teve alta do hospital, se recupera na residência oficial, no Palácio da Alvorada.

Nesta sexta-feira (20), o presidente participou, por videoconferência, da cerimônia de celebração dos 20 anos do programa Bolsa Família. Ao final de seu discurso, Lula ficou de pé e disse que semana que vem voltará a despachar do Palácio do Planalto.

“Eu já estou levantando sozinho, ficando em pé. O Mano Menezes já me chamou pra voltar a jogar no Corinthians, o [Fernando] Diniz está pensando em me chamar pra seleção. Eu estou pronto pro combate outra vez”, brincou o presidente, citando os treinadores de futebol.

A previsão dos médicos era que a recuperação de Lula levasse de 3 a 4 semanas, com sessões diárias de fisioterapia para que os movimentos do quadril fossem retomados.

Desde o dia 9 de outubro, entretanto, ele já cumpre agendas na residência oficial, recebendo ministros pessoalmente e conduzindo reuniões por videoconferência. Nesse período, ele também conversou com diversos chefes de Estado, em articulações sobre o conflito no Oriente Médio.

- Publicidade -

O presidente também não deve viajar até 6 semanas após a cirurgia. O próximo compromisso internacional é a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP28), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, no fim de novembro, seguida de uma visita à Alemanha, em 4 e 5 de dezembro.

Lula e Janja no Palácio da Alvorada durante a videoconferência dos 20 anos do programa Bolsa Família. Foto: Ricardo Stuckert

Dores no quadril

O presidente tinha artrose na cabeça do fêmur do quadril direito, que é um desgaste na cartilagem que reveste as articulações, o que causa dores e até limitações de movimento. Nos últimos meses antes da cirurgia, ele vinha se queixando de dores com mais frequência.

Lula foi submetido a uma artroplastia total do quadril, procedimento que substitui a articulação do quadril doente por uma prótese artificial. Além dela, ele passou por uma blefaroplastia, cirurgia plástica para retirar o excesso de pele das pálpebras.

Leia também:
Pernambuco: Comissão de Transição Energética da Câmara dos Deputados debate hidrogênio verde
Pedro Campos aprova parecer na CCJC e PEC da água avança na Câmara dos Deputados
Comissão sobre Hidrogênio Verde do Senado apresenta minuta de projeto de lei sobre o setor
Teresa Leitão cobra pagamento do piso do magistério e valorização de educadores
Raquel Lyra amarga derrota após derrubada de vetos da LDO pela Alepe
Prefeita de Serra Talhada reduz seu próprio salário, do vice-prefeito, secretários e cargos de confiança
Câmara realiza audiência pública sobre a regularização fundiária da Comunidade do Bode
João Campos e família recebem título de cidadão alagoano destinado a Eduardo Campos
Fernando Dueire faz nova contribuição ao HCP e formaliza ajuda de R$ 1 milhão em 2023
Sicredi: Desenvolvimento econômico e social através de cooperativas de crédito

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -