Moraes aceita denúncia contra outros 200 envolvidos nos atos golpistas

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Manifestantes invadem Congresso, STF e Palácio do Planalto.

O Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou nesta segunda-feira (25) o julgamento de mais 200 envolvidos nos atos golpistas de 8 de janeiro. Na ocasião, vândalos depredaram as sedes do Supremo Tribunal Federal (STF), o Congresso e o Palácio do Planalto. Primeiro a votar, o ministro Alexandre de Moraes decidiu pelo recebimento das denúncias da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra os acusados.

A votação começou à meia-noite e vai até às 23h59 da próxima terça-feira (2). Na modalidade virtual, os ministros depositam os votos de forma eletrônica e não há deliberação presencial.

Com a divulgação do voto do ministro, que é relator das denúncias, os demais nove ministros da Corte também podem começar a votar. Se a maioria aceitar a denúncia, os acusados passarão a responder a uma ação penal e se tornam réus no processo. Em seguida, o ministro deverá analisar a manutenção da prisão dos acusados que ainda permanecem detidos.

Em função de aposentadoria de Ricardo Lewandowski, a Corte não conta com o voto do 11° ministro. Em votação já encerrada, a Corte aceitou denúncia contra 100 investigados pela participação nos atos.

Presos


Conforme levantamento do STF, das 1,4 mil pessoas que foram presas no dia dos ataques, 294 (86 mulheres e 208 homens) continuam no sistema penitenciário do Distrito Federal. Os demais foram soltos por não representarem mais riscos à sociedade e às investigações.

Leia também:
Lula condena violação da integridade territorial da Ucrânia
Vereadores repercutem aprovação de empréstimos de recursos para o Recife
Comissão do Senado chega a Pernambuco para discutir futuro da Hemobrás
Raquel Lyra faz giro pelo interior visitando e entregando obras
João Campos e senadores acompanham aprovação de R$ 2 bi para o Recife em comissão do Senado
Lula e João Campos assinam operação de crédito entre BID e o Recife, no valor de R$ 2 Bi
Retomada de programas e revisão de medidas marcam 100 dias de Lula
Gerenciando dados para mitigar desastres, Haxagon expande faturamento no NE
NitroVip traz professores de Harvard para curso de gestão e liderança no Recife

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias

A governadora Raquel Lyra (PSDB) , pretende propiciar a dignidade menstrual às mulheres. Foto: Hesíodo Góes/Secom

Raquel Lyra sanciona lei de distribuição gratuita de absorventes higiênicos

A distribuição gratuita dos absorventes vai contemplar estudantes matriculadas nas escolas públicas estaduais; mulheres acolhidas nas unidades e abrigos sob a gestão estadual; mulheres que se encontram recolhidas em unidades do sistema prisional estadual e mulheres que se encontram em internação em estabelecimento educacional estadual em decorrência de cumprimento de medida socioeducativa

Leia mais »