Alepe aprova orçamento para 2023 que autoriza Executivo remanejar R$ 5 bilhões

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Líder da oposição, deputada Dani Portela (PSOL), acha que a governadora Raquel Lyra (PSDB) teve a oportunidade de desamarrar projetos prioritários para sua gestão

Reunião da CCJ da Alepe realizada nesta segunda (03) Foto: Divulgação


A Comissão de Justiça da Alepe provou nesta segunda-feira (3) o Projeto de Lei Ordinária (PL) nº 357/2023 do Poder Executivo solicitando remanejamento de R$ 5,7 bilhões na Lei Orçamentária Anual (LOA). Relatora da matéria, a deputada Débora Almeida (PSDB) rejeitou duas emendas do deputado Romero Albuquerque (União) que transferiam recursos da comunicação governamental para ações de combate à violência animal e prevenção de tragédias causadas pelas chuvas.

Deputada Débora Almeida (PSDB) foi a relatora do projeto


O projeto enviado pelo governo Raquel Lyra foi votado em regime de urgência, depois de pedido de vistas do deputado João Paulo (PT), na semana passada.

Votaram a favor das emendas os deputados Waldemar Borges (PSB), João Paulo (PT) e Sileno Guedes (PSB). O voto da relatora, com a rejeição das emendas, foi acompanhado pelos deputados Luciano Duque, Renato Antunes (PL) e William Brigido (Republicanos).

Na semana passada, os secretários estaduais da Fazenda, Wilson José de Paula, e de Planejamento, Fabrício Marques Santos, estiveram na Alepe esclarecendo dúvidas relacionadas ao projeto. Na ocasião, o secretário de Planejamento informou que quase a totalidade do valor realocado (R$ 5,1 bilhões) se refere “apenas a uma adequação técnica”. “É pura e simplesmente para compatibilizar o orçamento ao novo Manual de Finanças do Tesouro Nacional, que determina que os Estados consolidem em uma única ação os gastos previdenciários”, disse.

A líder da oposição, deputada Dani Portela (PSOL) sustentou sua tese de que a governadora Raquel Lyra “perdeu a chance de desamarrar o orçamento para projetos que seriam prioritários para ela”.

Raquel Lyra recebe ministra do STF, Rosa Weber

A governadora Raquel Lyra e a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, assinam nesta terça-feira (04), o Termo de Adesão do Governo do Estado à Política Nacional de Trabalho no âmbito do Sistema Prisional. A solenidade ocorrerá no Palácio do Campo das Princesas, a partir das 12h.


Presidência da Adagro

Raquel Miranda assumiu a presidência da Adagro

Ainda na reunião da CCJ desta segunda, foi aprovada a indicação da engenheira agrônoma Raquel Melo de Miranda para a diretora presidente da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). O colegiado chancelou o nome da servidora de carreira do órgão, por inanimidade, após sabatiná-la. Indicada pela governadora Raquel Lyra, a noemação ainda será submetida à votação em plenário.

Em sabatina, Raquel de Miranda pontuou sua atuação como servidora da Adagro, destacando ações como fiscalização de feiras e eventos, monitoramento de doenças e pragas e controle do comércio de agrotóxicos. Em algumas regionais, não há fiscal da área vegetal. Temos que deslocar profissionais para realizar esse serviço. Precisamos de melhorias na estrutura física da Adagro e também no quadro de pessoal. Temos um concurso aberto e vamos solicitar a convocação de novos servidores”, anunciou.

PCR vai doar estudos sobre a Praça da Infância aos municípios pernambucanos

A Prefeitura do Recife vai doar estudos sobre a Praça da Infância aos municípios pernambucanos. O anúncio foi feito pelo prefeito João Campos nesta segunda-feira (3), durante o Seminário da Primeira Infância, promovido pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), no auditório do Centro Cultural Cais do Sertão. Na ocasião, João Campos falou sobre as ações feitas pela gestão nessa área e explicou que pretende disponibilizar o projeto estudado por 6 meses para a formatação do equipamento recém-inaugurado pela atual administração. 

“Uma das ações mais fortes que um prefeito pode fazer é a arquitetura social. Faça tudo pensando em uma criança, uma pessoa com deficiência ou um idoso que você terá a melhor cidade possível. Temos esse material (da Praça da Infância) e o que eu quero propor é que a Prefeitura do Recife, com a autorização da Fundação Bernard Van Leer, doe ao Tribunal de Contas e à Amupe (Associação Municipalista de Pernambuco) o amplo estudo que foi feito sobre o conceito de urbanismo social para infância, para que seja distribuído de forma gratuita para os demais municípios”, disse João Campos.

Em evento do Tribunal de Contas do Estado, o prefeito João Campos falou sobre as ações feitas acerca da primeira infância e a importância do trabalho coletivo para a conquista de melhores resultados Foto: Rodolfo Loepert/Prefeitura do Recife

Raquel Lyra em São Paulo

A governadora Raquel Lyra participou, na manhã desta segunda-feira (3), em São Paulo, da reunião do Conselho Político e Social (COPS), da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Durante o encontro, a chefe do Executivo apresentou os indicadores do Estado, detalhou os desafios de Pernambuco em áreas como educação, saúde, segurança, desemprego e infraestrutura, e enfatizou as prioridades do Governo. A universalização do saneamento, os investimentos em educação e qualificação profissional para mulheres também foram temas debatidos na ocasião. A vice-governadora Priscila Krause esteve presente no evento.

“Nosso desafio é recuperar a economia e a qualidade de vida em Pernambuco, garantindo o equilíbrio fiscal e retomando os investimentos públicos de qualidade. Para os próximos quatro anos, vamos viabilizar grandes investimentos em infraestrutura junto ao Governo Federal, a exemplo da Ferrovia Transnordestina e da Adutora do Agreste, além de atrair investimentos privados para gerar emprego e renda para nossa gente. Nosso maior objetivo é transformar Pernambuco em líder. Esse é o legado que queremos deixar para Pernambuco”, destacou Raquel Lyra.

Minha Casa, Minha Vida entrega 336 apartamentos nesta semana no Recife
1.344 pessoas contempladas com a entrega de 336 apartamentos do Minha Casa, Minha Vida no Recife, nesta terça (03/04). Condomínio Ruy Frazão, no bairro de Afogados, na capital pernambucana, atende à Faixa 1 do Minha Casa, Minha Vida. Nessa categoria, o programa subsidia até 95% do valor do imóvel a famílias que recebem até R$ 2.640 por mês em áreas urbanas ou ganham até R$ 31.680 por ano em áreas rurais. A cerimônia contará com as presenças do prefeito do Recife, João Campos, e do ministro das Cidades, Jader Filho, além de outras autoridades. O Ruy Frazão foi viabilizado pelo Minha Casa, Minha Vida Entidades por meio do Movimento de Luta nos Bairros e Favelas (MLB).


Leia também:
Arcabouço é bem aceito, mas requer reforma administrativa
Haddad nega criação de impostos, limita alto de gasto e quer rever privilégios fiscais
Segundo Haddad, novo marco fiscal limita alta do gasto a 70% da variação da receita
Paulo Câmara é confirmado para presidência do Banco do Nordeste
Lula e Raquel Lyra assinam acordo sobre gestão compartilhada de Fernando de Noronha
Lula encontrará Raquel Lyra no Palácio e João Campos no Geraldão
Tadeu Alencar anuncia mais de 4 mil prisões de crimes contra a mulher em três semanas
Em Brasília, Raquel Lyra apresenta painel em Fórum Internacional promovido pelo BID

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias