Rota da Cachaça: história e passeio por cachaçarias premiadas no mundo

Passeios mostram produção da cachaça e gastronomia do Agreste de Alagoas
Rota da Cachaça Alagoas
Cachaçarias de Alagoas possuem histórico familiar e premiações internacionais. Foto: Setur/AL

Há pouco mais de um ano, a Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur) lançou a Rota da Cachaça, um roteiro que mistura gastronomia e história, e que percorre cinco municípios produtores da bebida. Atualmente, mais de 10 agências de viagens já incluíram no seu portfólio o destino, que vem contribuindo para fortalecer o turismo no Agreste do estado e proporcionar uma experiência olfativa e de paladar entre cachaças que estão entre as mais premiadas do mundo.

De acordo com a Setur Alagoas, a rota conta com a visitação a engenhos, fábricas e restaurantes da região, além de conhecer o produto que dá nome ao destino: as cachaças.

- Publicidade -

Atualmente, os pacotes vendidos incluem visita às cachaçarias Caraçuípe, que fica em Campo Alegre, Brejo dos Bois, no município de Junqueiro, cachaçaria Coração da Mata, em Teotônio Vilela, Gogó da Ema, no município de São Sebastião e, encerrando o giro, pela cervejaria Taverna, que fica em Arapiraca.

O turista que chega a Alagoas pode optar por escolher um bate-volta com os operadores credenciados pela Setur para fazer a rota por conta própria, conhecendo um pouco da história, ir a algum restaurante do circuito, provar das cachaças e voltar para Maceió no mesmo dia. As cidades ficam a pouco mais de 130 quilômetros da capital.

A Setur disse ainda que além dos passeios com os operadores cadastradas, existe o fluxo de quem passa pela região, já que algumas das cachaçarias ficam às margens de rodovias. Outra estratégia do estado tem sido consolidar o produto fora do estado, apostando em mais uma rota alternativa aos passeios de “sol e mar” característicos de Alagoas.

- Publicidade -

“Estamos trabalhando para posicionar a rota com outras operadoras fora de Alagoas e consolidar ainda mais o produto. Mesmo sendo um produto lançado recentemente, em setembro de 2023, já temos números bastante significativos, afinal é um roteiro que é pura história e cultura”, explicou a pasta.

Cachaças tem história e reconhecimento mundial

O fator histórico e familiar é algo que permeia as cachaçarias que compõem a rota e é possível conhecer um pouco do passado e do presente da produção artesanal e em larga escala de cachaça em Alagoas. Todas elas tiveram início semelhante, com produções que iniciaram com laços familiares e hoje ganharam relevância mundial.

A mais antiga de todas é o engenho Caraçuípe, que iniciou sua história em 1933, quando Renato Coutinho apostou no sonho do avô e do tio e adquiriu o engenho situado em Campo Alegre, A produção respeita as melhores características e técnicas artesanais antigas, para produzir cachaça destilada em alambique de cobre, trazendo para este segmento todo histórico e experiência de uma família dedicada à produção de cana-de-açúcar e seus derivados. Hoje, a Caraçuípe possui 15 premiações, entre nacionais e internacionais.

– Expocachaça anos 2014, 2017, 2021, 2022 e 2023;

– Concurso Mundial de Bruxelas 2019 e 2021;

– Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil 2015, 2016 e 2018;

– Ranking Cúpula da Cachaça 2022 e 2023.

A cachaçaria Gogó da Ema também seguiu tradições familiares de 50 anos de cultivo de cana-de-açúcar.  Mas foi só em 2002 que o engenheiro civil Waldir Ferreira Tenório decidiu apostar na produção de cachaça no município de São Sebastião. Em 2009, após um processo de legalização, foi dado início a distribuição e comercialização da bebida, que é produzida artesanalmente em alambique de cobre, que corresponde a uma cachaça pura de excelência.

Cachaça Gogó da Ema
Gogó da Ema leva nome de coqueiro símbolo de Maceió e é a mais premiada do estado. Foto: Setur Alagoas

A cachaça homenageia o coqueiro histórico símbolo de Maceió, o Gogó da Ema, e atualmente é a mais premiada do Nordeste e acumula um total de 48 prêmios, sendo 23 internacionais, passando por Chile, Inglaterra, Alemanha, Bélgica, China e Estados Unidos.

– Concurso Mundial de Bruxelas (Bélgica);

– San Francisco World Spirits;

– New York World Spirits;

– Berlin internacional Spirits Competition (Alemanha);

-China Wine e Spirits Awards (China);

– Internacional Spirits Challenge (Inglaterra);

– Concurso da Expocachaça (Brasil);

– Concurso de vinhos e destilados do Brasil (SP);

– Concurso Top 10 (SP)

2024 – Feira da Cachaça Trade Fair – Cachaça de Balsamo

A Brejo dos Bois foi lançada em 2006 e é resultado de um trabalho de mais de uma década, que incluiu a preparação das terras para o plantio da cana-de-açúcar, ações de preservação do meio ambiente e de responsabilidade social na região onde está localizada a agroindústria, no município de Junqueiro. Embora artesanal, seu rigoroso processo de fabricação segue conformidades e normas do instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural (IBD), e ela foi vencedora por dois anos consecutivos 2007/2008, do Prêmio Qualidade Alagoana.

Cachaça Brejo dos Bois
De produção artesanal, cachaça Brejo dos Bois é um resgate familiar do município de Junqueiro. Foto: Setur Alagoas

Uma das mais novas é a Coração da Mata, produzida em um engenho que fica na Fazenda Santa Luzia, em Teotônio Viela. Ela iniciou sua produção em 2019, mas possui uma ligação histórica familiar de Benedito de Deus, proprietário do engenho com seu pai, que atuava na década de 1930 em um engenho no município de Pilar.

Hoje, a produção é comandada por Benedito e seu filho e é totalmente artesanal, desde a produção da cana até o processo de destilação e alambique. Quem visita a propriedade pode desfrutar de uma cachoeira e a vegetação de mata que cerca o local.

Para fechar a conta, o roteiro conta ainda com visita à cervejaria Taverna, em Arapiraca, que vem apostando na experiência de produção, venda, consultoria e orientação para quem quer produzir cerveja, mas não tem estrutura e maquinário adequado.

Leia Mais: Cerveja alagoana leva medalha de prata em concurso mundial nos EUA

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -