IBGE aponta crescimento do turismo em Pernambuco

O turismo representa 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco, segundo a Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem). Se comparado com o mesmo período de 2019, antes da pandemia, Pernambuco registrou um aumento de 28,4% na receita nominal. No Brasil, em 2022, a cadeia produtiva do turismo gerou R$ 147 bilhões em receita, com a criação de mais de 200 mil empregos ligados ao setor

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
O secretário de Turismo e Lazer, Daniel Coelho, destacou a retomada da malha aérea e os grandes eventos de janeiro, como carnaval e Semana Santa. Foto: Foto: Leo Motta/ Setur

Hotéis, pousadas, restaurantes, e toda a cadeia produtiva relacionada ao turismo ajudaram a impulsionar a economia de Pernambuco de janeiro a maio. É o que aponta a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada neste mês de julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o estudo, a movimentação econômica do setor de turismo no Estado cresceu 0,8% em volume de serviços e 16,4% em receita nominal de janeiro a maio de 2023, em comparação ao mesmo período de 2022. A receita nominal é calculada pela diferença entre receitas totais e despesas totais do setor de serviços.

De abril para maio, Pernambuco cresceu 5,2% em volume de serviços. É o segundo maior crescimento do Brasil, atrás apenas do Espírito Santo. Já em receita nominal, nosso Estado registrou um aumento de 0,1%, sendo o 6º colocado dentre os estados pesquisados.

Os resultados representam um importante avanço para o setor, que vem se recuperando da pandemia de Covid-19. “A retomada da malha aérea e os grandes eventos de janeiro, como carnaval e Semana Santa, atraem muita gente e, por consequência, movimentam todo o setor produtivo no nosso Estado. O governo Raquel Lyra vem contribuindo diariamente para promover nossos destinos. Temos um trabalho na promoção do turismo de aventura, no turismo religioso e outros segmentos que devem alavancar esses números”, salientou o secretário de Turismo e Lazer, Daniel Coelho.

O turismo representa 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco, segundo a Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem). Se comparado com o mesmo período de 2019, antes da pandemia, Pernambuco registrou um aumento de 28,4% na receita nominal. No Brasil, em 2022, a cadeia produtiva do turismo gerou R$ 147 bilhões em receita, com a criação de mais de 200 mil empregos ligados ao setor.

“Estamos confiantes de que o turismo continuará a crescer em Pernambuco nos próximos anos. Somos um destino turístico de sucesso porque temos tudo: belas praias, destinos exuberantes de natureza, uma rica cultura e um povo hospitaleiro”, defendeu o secretário Daniel Coelho.

Leia também:
Humberto e Raquel Lyra tratam de metrô, reforma tributária e Transnordestina
Governadores do Nordeste pedem repasse do FNE do BNB para os estados
Ministro e prefeita confirmam reforma em Aeroporto de Serra Talhada
Governo de Pernambuco obtém financiamento de R$ 1,7 bilhão pela Caixa
Porto Digital e Senac lançam bolsas de ensino superior para moradores do Pilar
Silvio Costa Filho pode ser quarto pernambucano nos Ministérios
Danilo Cabral assume a Sudene e quer ampliar diálogo junto aos estados
O preço e o xadrez político da aprovação da reforma tributária
Pernambuco recebe R$ 100,1 milhões da Lei Paulo Gustavo
Lula libera R$ 2,1 bilhões em emendas para aprovar projetos da área econômica

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias