Raquel Lyra lança o PerMeie, plano de mudança econômico-ecológica

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Governadora Raquel Lyra e equipe na COP 28. Foto: Divulgação/Secom

A governadora Raquel Lyra (PSDB) lançou o Plano Pernambucano de Mudança Econômico-Ecológica, o PerMeie. Na prática, o plano estabelece um pacote de ações que redirecionam a economia do estado para um desenvolvimento inclusivo, enquanto recupera e protege o meio ambiente.

“O PerMeie trabalha o reposicionamento da economia de Pernambuco com um olhar para a sustentabilidade e mudança climática. É possível ver a mudança climática presente no nosso estado todos os dias, com o aumento da estiagem, as chuvas que ano a ano sacrificam a nossa população, sobretudo aquela mais vulnerável. O reposicionamento da economia do estado trabalhamos com justiça social, mais emprego e renda, com a economia verde, agroecologia do Cais ao Sertão, integrando todo o estado”, ressaltou Raquel Lyra, que está participando da 28ª edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 28), que acontece em Dubai, nos Emirados Árabes,

A iniciativa foi construída com base em sete pilares de atuação: Indústrias sustentáveis; Transição energética ágil, responsável e justa; Ativos Ambientais e Mercado de Carbono; Agricultura familiar resiliente; Educação Técnica, Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação; Governo sustentável; e Noronha Sustentável.

Entre as práticas previstas estão desde soluções de baixo carbono e de proteção a unidades de conservação; passando por estratégias para incentivar o hidrogênio verde e energia solar; o fortalecimento da economia circular; e criação de rede de reflorestamento.

Além da valoração do meio ambiente, todas as ações estão atreladas ao desenvolvimento econômico e social. Elas serão implementadas ao longo dos próximos quatro anos, mas algumas já estão em curso por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Sustentabilidade e de Fernando de Noronha (Semas-PE) e pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC-PE).

A secretária da Semas-PE, Ana Luiza Ferreira, explica que o PerMeie tem compromisso com a preservação de biomas como a Caatinga. “Essa transformação de uma economia puramente capitalista para uma economia sustentável é uma grande oportunidade para Pernambuco crescer e se diferenciar não apenas no Brasil como no mundo. Queremos que nossas políticas públicas transformem nosso estado, para que ele se torne referência em justiça econômica, social, climática e ambiental, ao mesmo tempo em que se compromete com a regeneração dos seus biomas Caatinga e Mata Atlântica”, disse.

O Plano lança um desafio a todas as secretarias e órgãos do Estado, a fim de promover uma verdadeira mudança de paradigma, em que a proteção ao meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas devem nortear os pilares da economia e das políticas públicas sociais de Pernambuco. Para que tenham efeitos a longo prazo, todos os pilares do plano perpassam por instrumentos fiscais (incluindo tributário e de compras públicas), de Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação e de Educação.

“A partir do PerMei, o Estado de Pernambuco se tornará referência em transição energética, economia sustentável e agricultura familiar. Iremos trabalhar com um pacote de ações que nos lançará ao futuro”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Guilherme Cavalcanti.

O lançamento do Plano Pernambucano de Mudança Econômico-Ecológica é o grande produto do Governo do Estado após a Reforma Administrativa da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, promovida por Raquel Lyra no início de sua gestão.

Entre as alterações realizadas, a governadora criou uma secretaria executiva de Sustentabilidade dentro da pasta, que atua como guarda-chuva de gerências estratégicas, como a de Projetos Especiais e ASG, Instrumentos Econômicos Verdes, Mudanças Climáticas e Resíduos Sólidos, todas criadas e/ou reestruturadas na atual gestão.

O PerMeie foi desenhado sob as diretrizes da Economia ASG (Ambiental, Social e de Governança), que norteia, atualmente, todo o mercado mundial de capitais, o que equivale a mais de US$ 40 trilhões de dólares, ou 25 vezes o PIB do Brasil.

A viagem da equipe do Governo do Estado acontece a convite da Bloomberg Foundation, que atua na participação de líderes de diferentes regiões do mundo no evento, custeado as passagens aérea e hospedagens. Ainda acompanha a comitiva o secretário de Comunicação, Rodolfo Costa Pinto.

Pilares do PerMei:

  • Indústrias sustentáveis;
  • Transição energética ágil, responsável e justa;
  • Ativos Ambientais e Mercado de Carbono;
  • Agricultura familiar resiliente;
  • Educação Técnica, Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação;
  • Governo sustentável;
  • Noronha Sustentável

Priscila Krause prestigia missa na 119ª Festa da Conceição do Morro

A governadora em exercício, Priscila Krause (Cidadania) participou da 119ª edição da celebração acontece no Morro da Conceição, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife. Foto: Hesíodo Góes/Secom

A tradicional Festa de Nossa Senhora da Imaculada Conceição foi prestigiada, nesta quinta-feira (30), pela governadora em exercício, Priscila Krause (Cidadania). A 119ª edição da celebração acontece no Morro da Conceição, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife. A programação começou no dia 28 de novembro e segue até 8 de dezembro, incluindo missas, novenas, romaria, shows, confissões e a tradicional procissão. O evento conta com o apoio do Governo de Pernambuco por meio da Secretaria de Cultura e Fundarpe, com o aporte de R$ 260 mil para contratações artísticas.

“Em nome do Governo do Estado, eu agradeço e afirmo que estaremos sempre juntos, prontos, de portas abertas para apoiar o Morro da Conceição. Tanto a paróquia quanto a comunidade é importante para a formação da fé de grande parte do povo pernambucano e da própria história do Recife”, destacou Priscila Krause.

Este ano, o tema escolhido tem relação com o Ano Vocacional proposto pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): “Imaculada Conceição do Morro, ensinai-nos que toda vocação é graça e missão dada por Deus”.

“Estamos neste ano vivenciando mais uma festa da Imaculada Conceição. O tema da festa está voltado ao ano vocacional, que é essa experiência dos peregrinos que vêm aqui ao santuário do Morro fazer a sua experiência de fé e, junto de Nossa Senhora, renovam a sua fé e a sua esperança”, comentou o reitor do santuário, padre Emerson Borges.

A secretária de Cultura do Estado, Cacau de Paula, fez questão de convocar todos os pernambucanos para a festividade. “A capital da fé pernambucana é aqui no Morro da Conceição. Até o dia 8 de dezembro vai ter uma série de programações, missas, terços e outros eventos religiosos e culturais também, então a programação está imperdível”.

A Festa da Conceição do Morro ganhou, no ano de 2022, o título de Patrimônio Imaterial de Pernambuco. A presidente da Fundarpe, Renata Borba, afirmou que, por isso, está garantida a salvaguarda da festa. “Este ano, em dezembro, está completando um ano que essa festa foi reconhecida como Patrimônio Imaterial do Estado de Pernambuco e já em outubro iniciaram os trabalhos para instituir, junto com à comunidade local, o plano de salvaguarda dessa festa tradicional. E esse plano é construído, como é da natureza do Patrimônio Imaterial, com a comunidade e ela que vai salvaguardar esse bem cultural ao longo dessa história que tem mais de 100 anos para que seja perpetuada”, apontou.

Neste ano, pela primeira vez, a missa de encerramento da festa, que acontece na noite do dia 8 de dezembro, após a chegada da procissão, será celebrada por Dom Paulo Jackson, que tomou posse como arcebispo de Olinda e Recife no último mês de agosto.

Além da secretária de Cultura, também acompanharam a agenda os secretários estaduais Hercílio Mamede (Casa Militar) e Daniel Coelho (Turismo) e os vereadores do Recife Alcides Cardoso, Tadeu Calheiros e Doduel Varela.

Leia também:
Luciana Santos anuncia financiamento de R$ 20 bi para “agenda verde”
CCJ do Senado aprova PEC que proíbe militares da ativa se candidatarem
Humberto, Gleisi, João Campos, Márcio França e Siqueira debatem eleições de 2024, em Brasília
Humberto viaja à COP 28 e acompanhará agenda de Lula
Dueire visita obras do Aeroporto do Recife
Lula indica Flávio Dino para STF e Paulo Gonet à PGR
Haddad diz que desoneração da folha é inconstitucional
Lula retoma viagens internacionais na próxima semana
Barroso diz que alteração nas regras do STF não é necessária

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias