Vendas do comércio do Recife devem aumentar 10% neste dezembro

A intenção da plataforma é contribuir para uma maior presença digital das lojas do Centro do Recife

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Ana Paula Vilaça, do Recentro, e Fred Leal, da CDL Recife, falam da ampliação da plataforma digital Rota do Comércio. Foto: Divulgação/CDL.

As vendas do comércio do Recife devem ter um crescimento de 10% neste dezembro, comparada com o mesmo mês do ano passado, segundo o presidente da CDL Recife, Fred Leal. Nesta terça-feira, a CDL lançou mais uma plataforma que visa atrair mais clientes para os lojistas do centro da capital pernambucana: a Rota do Comércio, plataforma online que localiza estabelecimentos, produtos e serviços nos bairros de Santo Antônio, São José e Boa Vista.

Pelo menos 1.093 lojas foram mapeadas e 56 novas ruas foram incluídas no Projeto Rota do Comércio, que também conta com a participação da Prefeitura do Recife. “A loja física não vai acabar, mas tem que usar os meios digitais para interagir com os clientes. É importante o lojista entrar neste novo mundo e atrair mais consumidores para o seu comércio”, explica Fred Leal.

Ele está otimista com as vendas deste dezembro por pelo menos três motivos. “Está nos surpreendendo a quantidade de eventos, tem a Black Friday e a campanha do Natal Premiado que começa no dia 07 de dezembro”, argumenta Fred. Ele também acredita que a digitalização das lojas também vai trazer mais clientes para o comércio do Centro.

“O comércio do centro é riquíssimo, é diversificado e tem preços competitivos. Uma das molas propulsoras do centro é o comércio, que sofre a concorrência com os shoppings. A ferramenta digital vai complementar esta atuação”, resume a chefe do Escritório de Gestão do Centro do Recife (Recentro), Ana Paula Vilaça. E complementa: “Essa parceria entre poder público e a iniciativa privada é fundamental para o trabalho que estamos realizando no território, assim como o fortalecimento do comércio local é essencial nesse processo de reabilitação do centro histórico do Recife”, disse Ana Paula.

Lançado em maio deste ano, a Rota do Comércio incialmente trazia informações de oito ruas do comércio do centro, envolvendo aproximadamente quatro quilômetros e cerca de 300 lojas nos bairros de Santo Antônio, São José e Boa Vista. No levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Recife), com apoio da Prefeitura do Recife, através do Programa Recentro, agora são 1.093 lojas e 56 novas ruas incluídas. A plataforma pode ser acessada pelo endereço (www.rotadocomercio.com.br) e vai fazer parte do Conecta Recife.

Na plataforma, aparece um mapa virtual no qual as pessoas poderão localizar lojas – incluindo telefones, endereço, redes sociais dos estabelecimentos, whats App de vendas, horário de funcionamento, entre outros -, informações de serviços sobre estacionamentos privados e de Zona Azul, paradas de ônibus, bicicletários e pontos turísticos. Também é possível ainda fazer o roteiro de um ponto a outro, utilizando o celular.

Na plataforma, podem ser localizadas pelo mapa as lojas, paradas de ônibus, estações da Bike PE e pontos turísticos

Na Rota do Comércio, lojas podem ser encontradas por tipo de produto

Tradicionalmente, o comércio do centro do Recife reúne, às vezes na mesma rua, várias lojas do mesmo setor, o que facilita a busca e pesquisa. A Rua da Concórdia, por exemplo, agrega produtos eletrônicos. A Rua Manoel Borba envolve várias óticas e a Rua do Aragão, com móveis. As informações sobre as lojas são baseadas no Censo Lojista, levantamento realizado pela CDL Recife. Já o projeto Rota do Comércio é uma realização da CDL Recife, com apoio do Programa Recentro, da Empresa Municipal de Informática (Emprel) e desenvolvido pela RAJ Tecnologia.

O comércio do centro do Recife encolheu nos últimos anos. Primeiro, por causa das inúmeras crises, a recessão de 2015/2016 e a pandemia – na fase mais aguda entre 2020 e 2021 -, a saída de várias empresas que transferiram os seus escritórios para outros bairros, e por último, a violência, que é grande no centro da cidade.

Tanto Fred Leal como Ana Paula Vilaça falaram que já foi pedido um reforço da atuação da Polícia Militar este mês, porque a expectativa é de que mais pessoas venham ao centro para fazer suas compras de fim de ano. A CDL doou 10 bicicletas para a ronda da PM e, segundo a instituição, cerca de 100 PMs vão fazer o policiamento no centro da cidade a cada turno. “Só vai ter segurança se ocupar o centro, se tiver gente circulando”, comenta Fred Leal. Uma parte dos prédios e imóveis do centro estão desocupados.

Marketing do Futuro

Para estimular a digitalização dos lojistas do centro, será lançado uma segunda turma do curso Marketing do Futuro, com o cientista chefe da TDS Company, Sílvio Meira, e jornaista e publicitária da Le Fil, Rosário Pompéia. “As empresas que participaram da primeira turma tiveram um incremento de receita. O curso vai abordar storytelling e como a Inteligência Artificial poderá impactar os negócios desta área”, comenta o chefe do setor de Tecnologia da Prefeitura do Recife, Rafael Figueiredo.

O curso começa na próxima segunda-feira (27) e segue até 7 de dezembro, envolvendo cinco momentos. O primeiro e o último serão presenciais e os demais virtuais, com duração de 2h30 minutos cada. A experiência envolve etapas teóricas, cases práticos, debates e análises das empresas, com base em questões chaves, e uso de IA (Inteligência Artificial).

No curso, serão ofertadas 50 vagas. Para se inscrever, as empresas deverão ter CNPJ ativo e funcionar no Centro do Recife. O critério de seleção será por ordem de inscrição. No Conecta Recife, é possível se inscrever até sexta (24/11) ou pelo link: https://conecta.recife.pe.gov.br/servico/906. A iniciativa é da Prefeitura do Recife, por meio da Emprel, Programa Recentro e SDECTI, em parceria com a da TDS Company, Le Fil, Sebrae e Livraria Jaqueira.

Leia também

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias