terça-feira, 16/04/2024

Lula volta 2ª vez ao ano ao Estado mirando melhoria da popularidade

Presidente Lula participa da inaugurações em Arcoverde, Goiana e sancional o Sistema Nacional de Cultura, no Parque Dona Lindu
Presidente lula em Pernambuco
Presidente Lula em uma de suas visitas recentes a Pernambuco Foto: Ricardo Stuckert/PR

A visita do presidente Luiz Inácio Lula a Pernambuco, nesta quinta-feira (4), vai além das inaugurações em Arcoverde e Goiana e a sanção do projeto que cria o Sistema Nacional de Cultura. Em quedas nas pesquisas de opinião, procura o porto seguro que o seu Estado de origem sempre deu. De quebra, ainda terá espaço entre uma agenda e outra para as conversas políticas.

Desde o início de março, institutos como Datafolha, Ipec, AtlasIntel e Quaest apontam a queda da popularidade da gestão do petista. Entre os móvitos apontados, a declaração fora do tom sobre o confronto no Oriente Médio, em que comparou a ação de Israel com o Holocausto nazista.

- Publicidade -

Outro fator é a percepção que a economia anda uma cambaleada, com a alta nos preços, principalmente nos alimentos. Além da polarização política, com ataques mais frequentes e mais fortes por parte da oposição. A comunicação do Governo não tem sido eficiente para rebater todos esses pontos.

Diante desse cenário, o presidente busca nas entregas um caminho para mudar esse viés de queda da popularidade. A primeira inauguração será pela manhã. Ele acionará a estação elevatória da primeira etapa da Adutora do Agreste, localizada no distrito de Ipojuca, em Arcoverde, Sertão do Moxotó. Esse sistema de bombeamento triplicará o volume de água do Rio São Francisco, beneficiando 615 mil pessoas.

À tarde, Lula vai a Goiana, na Zona da Mata Norte, para inaugurar a fábrica de medicamento recombinante (Hemo-8r, medicamento usado para tratamento da hemofilia A), na Hemobrás.

- Publicidade -

Lula no Dona Lindu

Como último compromisso oficial, o presidente Lula sancionará, no parque que leva o nome da sua mãe, Dona Lindu, em Boa Viagem, a criação do o Sistema Nacional de Cultura. A proposta garantirá direitos culturais, organizado em regime de colaboração entre os entes federativos para gestão conjunta das políticas públicas.

Um fato curioso de acompanhar, durante toda a visita, será a movimentação dos políticos. A governadora Raquel Lyra já anunciou que acompanhará as duas primeiras agendas com o presidente Lula. No primeiro ano de sua gestão, ela esteve várias vezes com o líder petistas, com direito a fotos em redes sociais com sorriso aberto. A aproximação gerou rumores de uma possível parceria que fosse além da questão administrativa e reverberasse para a seara política. Mas por hora continuam cada qual em seu canto.

Agenda com Lula

Por outro lado, o prefeito João Campos não deve participar da agenda de Arcoverde, por compromissos políticos no Recife, faz mistério sobre a ida a Goiana e confirmou presença no ato do Parque Dona Lindu.

Na última visita que o presidente fez a Pernambuco, o prefeito do Recife acompanhou integralmente toda a agenda. Inclusive, chegou no mesmo carro de Lula no Comando Militar do Nordeste, onde foi anunciada a Escola de Sargentos. Na noite anterior a esse evento, João Campos já havia jantado, juntamente com a sua família, com o petista.

Conversas política

Fora das agendas administrativas, as conversas políticas devem permear a passagem do presidente por Pernambuco. Os dirigentes do PT juram que a questão da vice no Recife não será tratada durante essa passagem. O partido tem pressionado para que o prefeito João Campos ceda a vaga na sua chapa a um quadro da sigla. Mas o prefeito vai cozinhando o galo. Tem tempo para uma definição e vai usar.

É nesse cenário que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarca nesta quinta-feira (4) em Pernambuco. Com entrega e com o apoio dos seus conterrâneos, busca iniciar uma virada na sua popularidade.

Veja também:

Saiba por que Hemobras, com 2 blocos inaugurados por Lula em 2024, seguirá inacabada

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -