Conheça os 10 estados onde mais ocorrem roubos de cargas no Brasil

Confira também os roubos de carga por região.
carga
Roubos de carga cresceram no Brasil/Foto: Pixabay

Um dos principais desafios do Brasil na cadeia de suprimentos ainda é o roubo de cargas. Segundo dados do “Brasil: Relatório Trimestral de Roubo de Carga”, elaborado pelo Centro de Inteligência da Overhaul, o Brasil registrou 17.230 eventos de roubos entre janeiro e julho deste ano, um aumento de 5,5% comparado com o mesmo período de 2022. Segundo dados do Centro de Inteligência da Overhaul, que classificou os embarques no Brasil sob “grave risco de roubo de carga”, os 10 estados com maior número de roubos (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, Pernambuco, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul), representam 98% dos casos ocorridos no segundo trimestre deste ano. 

De acordo com a empresa, 87% das ocorrências se concentram nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Goiás. Tais dados, presentes no relatório, apontam a concentração nestas regiões como estável nos últimos anos, indicando forte relação dos roubos com os locais de maior circulação de mercadorias. O informe, porém, sinaliza que o maior crescimento de roubos no segundo trimestre ocorreu na Bahia, que passou de 1% a 5% dos eventos em todo o país no período de um ano.

Estados da região Sudeste somam 79% neste período – não muito diferente do primeiro trimestre, em que a concentração foi de 80%. Já o Centro-Oeste, representado na lista por Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, tem um índice de 3%, uma queda de 5% nas incidências em comparação ao período anterior. Em contrapartida, a região Sul volta a aparecer em segundo lugar, com 10% dos roubos, demonstrando um padrão de atuação das quadrilhas.

Assim, pode-se perceber as regiões Sudeste e Sul como as mais visadas, requerendo atenção especial para tipos de cargas como Alimentos & Bebidas, Eletrônicos, Agro e Cigarros. Contudo, ainda que outras categorias, como a Farmacêutica, não tenham apresentado variações expressivas, permanecem alvos interessantes devido ao histórico atrativo e altos valores embarcados.

O Centro de Inteligência da Overhaul avaliou, ainda, que o Estado do Rio de Janeiro voltou a demonstrar uma tendência de aumento dos roubos de carga, com um aumento de 3 pontos percentuais comparando o segundo trimestre do corrente ano com o mesmo período de 2022. Percebe-se tal padrão ao analisar as ocorrências de alimentos e bebidas: 91% dos casos dessa categoria se concentraram no sudeste e, destes, 75% no Estado do Rio de Janeiro, com as cidades de Duque de Caxias, São João do Mereti e Rio de Janeiro responsáveis por 67%.

- Publicidade -

Soluções

Além da importância do aprimoramento do uso da tecnologia a bordo dos veículos, a contratação de profissionais qualificados é essencial para coibir esse tipo de crime. A Overhaul recomenda ainda um planejamento organizado das rotas de transporte, com pontos de paradas seguros e frotas com tecnologia de rastreamento, assim como a adoção de múltiplas camadas de proteção que precisam ser estrategicamente identificadas e empregadas para cada operação.

Leia também:

Em Carpina, Frente Parlamentar de Defesa da Mata Norte ouve demandas dos gestores e da população

Com açúcar em alta, Agrofild volta repaginada ao mercado de insumos

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -