terça-feira, 16/04/2024

Pernambuco anuncia 32 projetos industriais que somam mais de R$ 166 milhões em investimentos

Anúncio é o primeiro de 2024 e representa a soma dos empreendimentos aprovados por programas de incentivos fiscais como Prodepe e Proind
Reunião Condic 26.03.24
A Secretaria de Meio Ambiente, Sustentabilidade e de Fernando de Noronha de Pernambuco (Semas) passou a integrar a mesa que delibera os incentivos fiscais a empresas no estado / Foto: Antonio Holanda/Adepe

Trinta e dois empreendimentos industriais serão implantados ou terão suas operações ampliadas em Pernambuco com investimentos que somam R$ 166,5 milhões e expectativa de geração de 661 empregos. Os números foram anunciados na manhã desta terça-feira (26) na sede da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe), durante a realização da 125ª Reunião do Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços, o Condic. 

Os dados são referentes aos projetos aprovados para concessão de incentivos fiscais pelo Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe) e pelo Programa de Estímulo à Indústria de Pernambuco (Proind).

- Publicidade -

Foi o primeiro anúncio do ano do governo de Pernambuco relativo a investimentos. Os 32 projetos de Prodepe e Proind somam R$ R$ 166,5 milhões (R$ 80 milhões na Região Metropolitana do Recife e R$ 86,4 milhões no interior), com expectativa de geração 661 empregos, sendo 344 na RMR e 317 no interior.

Entre as propostas aprovadas pelo Prodepe destacam-se: a fábrica da Tigre no município de Escada, na Mata Sul, com investimentos de R$ 66,7 milhões e geração de 23 empregos na ampliação da sua unidade. As outras foram a Innovative Water Care em Igarassu, a Plastamp Indústria no Cabo de Santo Agostinho, a Alves & Moura Pré-Moldados em Bezerros e a Notaro Alimentos em Belo Jardim.

Já os projetos em destaque do Proind foram a Drypol Ambipar Pet Solutions no Cabo de Santo Agostinho com investimentos de R$ 40 milhões e geração de 20 empregos, a Indústria Tec Fios em Brejo da Madre de Deus e a MG Nordeste Embalagens em Glória do Goitá.

- Publicidade -

Nesta primeira edição de 2024, uma nova pasta passou a integrar a mesa que delibera os incentivos fiscais a empresas em Pernambuco: a Secretaria de Meio Ambiente, Sustentabilidade e de Fernando de Noronha de Pernambuco (Semas). Com foco em uma política de economia verde e regenerativa, Pernambuco reforça sua proposta de crescimento sustentável tanto do ponto de vista ambiental, quanto social.

Incentivos em Pernambuco

“Os números praticamente dobraram em relação ao mesmo período de 2023 e isso mostra que Pernambuco está em um novo patamar em relação à confiança do empresariado”, detalha o diretor-executivo de Incentivos Fiscais e Financeiros da Adepe, Bruno Lira. Enquanto no ano passado foram atraídos até março R$ 54,6 milhões com geração de 242 empregos, neste primeiro trimestre de 2024 os resultados já chegam a R$ 116,1 milhões e 464 vagas.

Reunião Condic 26.03.24
Todos localizados na Região Metropolitana do Recife, oito projetos de importação receberam parecer favorável / Foto: Antonio Holanda/Adepe

Ao todo, o governo de Pernambuco chegou em 2023 à marca de 145 empresas atraídas/ampliadas com geração de 4.944 empregos diretos. Os investimentos totalizaram R$ 2,6 bilhões. Entre os empreendimentos estiveram Mondelēz, Pepsico, Musashi, Colchões Castor, Ambev, Heineken, Noronha Pescados, Mix Mateus, R2IBF Indústria de Fármacos, Fante Bebidas, Ypê, Novo Atacarejo e Saint Gobain. 

Oito projetos de importação receberam parecer favorável, todos localizados na RMR. As importações anuais previstas chegam a R$ 154,2 milhões. Entre as empresas com projetos de importação aprovados estão Autoamérica Ltda., Porto Sul Comercial Pneus, Royal Distribuição e Irmãos Cruz Ltda. 

Nove Centrais de Distribuição incentivadas neste Condic irão gerar R$ 97,5 milhões entre compras e transferências anuais previstas. Municípios como Caruaru, Custódia, Petrolina, Jaboatão dos Guararapes e Recife foram contemplados com projetos.

* Com informações da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (Adepe)

Leia mais: Maior programa social do Norte/Nordeste vai injetar R$ 240 milhões na economia até dezembro

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -