Pernambuco libera uso de máscaras em locais abertos

A partir desta terça-feira (29.03), não será mais obrigatório a utilização de máscaras em ambientes abertos em Pernambuco. Está liberada a realização de eventos com 100% do público, incluindo shows, festas e estádios de futebol.

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

Por Juliana Albuquerque

A máscara, item que faz parte do cotidiano dos pernambucanos nos últimos dois anos, deixa de ser obrigatória a partir desta terça (29) em ambientes abertos, mas continua em ambientes fechados. No anúncio no início da tarde desta segunda-feira (28), o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, declarou que está liberada a realização de eventos com 100% do público, incluindo shows, festas e estádios de futebol.

Paulo Câmara
Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, em pronunciamento nesta segunda (28). Djair Pedro/SEI

“Essas importantes medidas só estão sendo possíveis pela atitude de cada pernambucano e cada pernambucana que, desde março de 2020, compreendeu que só chegaríamos ao ponto atual respeitando as recomendações sanitárias e levando a sério a prevenção”, frisou o governador Paulo Câmara em posicionamento oficial.

Avelar Loureiro Filho, presidente do MPP/foto: divulgação

A notícia agradou o setor produtivo, em especial o de eventos e o de alimentação fora do lar, que embora continuem com a obrigatoriedade de cobrar o comprovante da dose de reforço para acesso, enxergam nas novas flexibilizações um avanço importante rumo à normalidade. “Seguimos no gradual e firme caminho de convivência com a Covid-19 que esperamos ser classificada como endemia em breve, acabando com o estado de emergência de saúde que vivemos há dois anos”, avalia o presidente do Movimento Pró-Pernambuco (MPP), Avelar Loureiro Filho.

Em Pernambuco, exigência do comprovante permanece

Tatiana Marques
Presidente da Abeoc-PE, Tatiana Marques, enxerga avanço muito positivo para o setor.

De acordo com o governador do Estado em seu pronunciamento, embora esteja liberado em 100% da capacidade o público de bares, restaurante e eventos, permanece obrigatória a exigência do comprovante da dose de reforço entre os participantes.

Com relação à regra, Tatiana Marques acredita que é algo que deve sim ser mantida como medida de estímulo ao avanço cada vez maior da vacinação.

“Enquanto associação, somos favoráveis a permanência dessa exigência até que a doença seja declarada endêmica no Brasil. Por isso, além do passaporte, continuamos realizando a testagem entre quem trabalha e participa dos eventos que promovemos”, revela Marques, presidente estadual da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc-PE).

O cenário não é o mesmo quando se coloca em evidência o segmento de alimentação fora do lar. Para o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE), Antonio Sousa, o papel de fiscalizar e fazer esse controle é difícil dentro da operação do segmento e poderia ser feito pelo próprio governo.

Presidente da Abrasel-PE, Tony sousa
Presidente da Abrasel-PE, Antonio Sousa. Foto: Divulgação

“O nosso setor vem seguindo o que determina o governo e estimulamos o avanço da vacinação, pois só através dela é que estamos conseguindo avançar no plano de convivência com a Covid-19. Porém, é difícil realizar esse controle com a estrutura operacional que temos, além da exigência terminar sendo constrangedora para alguns clientes”, argumenta Sousa.

Sobre a questão das máscaras, Tony Sousa disse que aguarda o decreto detalhando o que o governo considera como local aberto para se posicionar com mais propriedade. “De qualquer forma, ficamos na expectativa que dentro de muito em breve Pernambuco siga uma postura semelhante ao que vem ocorrendo na maioria dos estados e faça essa liberação do uso de máscaras de forma generalizada”, pontua.


Leia também: Confiança do comércio segue em queda pelo quarto mês consecutivo em Pernambuco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias