Após renúncia de Fonteles, Décio Padilha é eleito presidente do Comsefaz

Secretário de Fazenda de Pernambuco foi eleito e empossado nesta terça (08). Rafael Fonteles entregou o cargo para concorrer ao Governo do Piauí nas eleições

Compartilhe:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email

O Comitê Nacional dos Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal elegeu nesta terça (08), por unanimidade, o atual secretário de Fazenda de Pernambuco, Décio Padilha, para presidir a entidade para o biênio 2021/2023. Padilha assume um mandato complementar substituindo Rafael Fonteles (PT) – que renunciou ao cargo nesta segunda (07) para concorrer ao Governo do Piauí nas próximas eleições.

“Deixo o Comsefaz com a convicção de que fizemos um grande trabalho em defesa dos estados e dos interesses federativos. Vamos para uma nova missão e para novos desafios, agora com ainda mais convicção da importância do poder público como instrumento de promoção do bem-estar coletivo”, Rafael Fonteles, que disputará as eleições de 2022 com a intenção de suceder o governador do Piauí, Wellington Dias (PT) – que deve concorrer a uma vaga ao Senado.

Décio Padilha, secretário de Fazenda de Pernambuco, foi eleito presidente do Comsefaz/Foto: Divulgação

Décio Padilha da Cruz é pernambucano, formado em Administração pela Universidade de Pernambuco (UPE) e começou sua vida profissional como gerente da agência do Banco Banorte. Padilha é servidor de carreira da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE), onde ingressou por meio de concurso público há mais de 25 anos.Ocupou diversos cargos na administração pública, entre eles o de secretário de Administração, secretário da Fazenda, presidente da Copergás, diretor comercial e diretor de Gestão Corporativa da Compesa. Padilha retornou ao cargo de Secretário da Fazenda em janeiro de 2019, no Governo Paulo Câmara (PSB).

“Dedicaremos todo empenho às questões federativas e, com a força da convergência dos Secretários de Fazenda dos Estados, temos certeza que vamos dar grande colaboração para ajudar a construir um país mais equânime para os brasileiros”, afirmou Padilha, após ser eleito para presidir o Comsefaz.

Comsefaz elegeu também outros cargos que estavam vagos

Além do novo presidente, foram definidas as vice-presidências que se encontravam vagas: Fernanda Pacobahyba/CE (5ª VP Região Nordeste) e Gustavo Barbosa/MG (3ª VP, Região Sudeste). Da mesma forma, o Conselho Fiscal preencheu as seguintes vacâncias: membro titular Marcellus Alves/MA e, eleitos membros suplentes Marcelo Altoé/ES e Júlio Edstron/TO.

A reunião foi realizada por videoconferência. Além da escolha do novo presidente, os secretários discutiram, entre outros assuntos legislativos e financeiros, posição a favor do PL 1472/21, em tramitação no Congresso, como a medida mais eficaz para solucionar a crise em relação ao preço dos combustíveis, bem como, sobre a LC 190/22, o Difal. (Comsefaz).

*Com informações do Comsefaz


Leia também – Análise Ceplan 2022 é oportunidade para pensar o futuro do Brasil e do mundo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Mais Notícias

A governadora Raquel Lyra (PSDB) , pretende propiciar a dignidade menstrual às mulheres. Foto: Hesíodo Góes/Secom

Raquel Lyra sanciona lei de distribuição gratuita de absorventes higiênicos

A distribuição gratuita dos absorventes vai contemplar estudantes matriculadas nas escolas públicas estaduais; mulheres acolhidas nas unidades e abrigos sob a gestão estadual; mulheres que se encontram recolhidas em unidades do sistema prisional estadual e mulheres que se encontram em internação em estabelecimento educacional estadual em decorrência de cumprimento de medida socioeducativa

Leia mais »