terça-feira, 16/04/2024

OAB-PE realizará 1º Congresso de Cannabis Medicinal e Cânhamo

O Congresso reunirá profissionais de saúde, acadêmicos e juristas para debater avanços e desafios no campo da cannabis medicinal.
cannabis
Cannabis medicinal em debate na OAB-PE/Foto: Imagem de Julia Teichmann por Pixabay

A OAB Pernambuco vai realizar um evento pioneiro no Nordeste: o I Congresso de Cannabis Medicinal e Cânhamo. Com data marcada para o dia 5 de abril, tratará de temas fundamentais voltados para os profissionais do Direito, da área de saúde, e para a sociedade como um todo, a exemplo da regulação da cannabis medicinal no Brasil, o cânhamo, e a intersecção entre Direito e Saúde.

O evento é uma iniciativa do presidente da OAB-PE, Fernando Ribeiro Lins, e da Comissão de Direito da Cannabis Medicinal da OAB-PE, liderada por Sérgio Urt. A presidência da Ordem destaca que o Congresso representa um marco na discussão e no avanço das políticas relacionadas à cannabis medicinal e ao cânhamo no Brasil.

- Publicidade -

A programação completa será divulgada nos próximos dias, mas já está confirmada a presença do ministro Rogério Schietti Cruz, do Superior Tribunal de Justiça. Também haverá uma mesa ecumênica para debater a ancestralidade da planta na religiosidade e na cura de enfermos.

O Congresso reunirá profissionais de saúde, acadêmicos e juristas para discutir as mais recentes pesquisas científicas, compartilhar conhecimentos e debater sobre os avanços e desafios no campo da cannabis medicinal e do cânhamo. Painéis e mesas de debate serão conduzidos por especialistas da área, proporcionando uma rica troca de experiências e perspectivas.

Oportunidade para debater cannabis

O evento será na sede da OAB-PE, a partir das 8h30. A Ordem divulgou que o  encontro “representa uma oportunidade única para profissionais da área, estudantes e interessados no tema se atualizarem e contribuírem para o desenvolvimento deste campo em expansão”.

- Publicidade -

Os interessados deverão se inscrever através da plataforma Sympla. As vagas são limitadas à capacidade do local.

Leia também:

Itaqui lança aliança para descarbonização de portos com adesão de Suape e Pecém

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -