terça-feira, 16/04/2024

A força do E-mail Marketing e sua relevância na hora de vender mais

Em 2024, o e-mail marketing continuará sendo um dos principais meios para o estabelecimento da comunicação com os clientes.
Felipe Rodrigues
Felipe Rodrigues/Foto: divulgação

Felipe Rodrigues*

Estive refletindo recentemente sobre o mercado e as estratégias adotadas na hora de estabelecer a comunicação com os consumidores. Já se vão 15 anos de atuação no segmento de marketing voltado ao e-commerce e percebi que é cada vez mais frequente que alguém diga que o e-mail marketing está para morrer. No entanto, surpreende como essa ferramenta vem resistindo ao tempo e, além disso, é uma das mídias que mais gera ROI no segmento das vendas online.

- Publicidade -

O relatório ‘Tendências do Varejo 2024’, preparado pela empresa Opinion Box, mostra que 29% dos 2.083 brasileiros entrevistados em setembro de 2023 apontam o e-mail como sua ferramenta predileta para o relacionamento com as lojas onde costumam realizar compras. O levantamento também mostra que a personalização da experiência é importante para esses compradores, visto que 72% dos respondentes da pesquisa afirmaram que esperam que as empresas saibam reconhecê-los como indivíduos únicos e identificar seus interesses.

É claro que há muitos outros canais e ferramentas que são importantes e podem colaborar para o aumento das vendas, como o Whatsapp, as redes sociais, retailmedia, live commerce, entre outras. Acredito que as empresas, especialmente as lojas online, precisam reservar verba para testar essas novas tendências e analisar se elas fazem sentido dentro do seu próprio universo e se o ROI “fecha”, porém, sem deixar de lado aquelas que já geram resultado, são práticas e simples e não requerem um investimento tão alto, casodo e-mail marketing.

Não tenho dúvidas de que essa ferramenta continua sendo uma das mais importantes na comunicação com o consumidor até hoje. Em 2024, o e-mail marketing continuará sendo um dos principais meios para o estabelecimento da comunicação com os clientes, fidelização e um canal especial para a entrega de conteúdos personalizados, que ajudem a vender mais. Acredito nisso por se tratar de um canal com menor custo-benefício – desde que seu uso seja realizado de maneira estratégica e da forma certa.

- Publicidade -

Com o e-mail marketing se torna possível enviar conteúdo personalizado, em momentos estratégicos da jornada de compra-venda. Um deles é o famigerado “abandono de carrinho”. Outro aspecto em que o e-mail marketing se torna estratégico é naquele período em que um determinado produto precisa ser recomprado. Além disso, há o anúncio de promoções que realmente são promoções e não pegadinhas. Essas são estratégias que nunca vão sair de moda e continuam viva sem 2024.

Reforço que a personalização do conteúdo é o ponto crucial aqui. É claro que é possível ser criativo e estabelecer esse contato de inúmeras maneiras, inclusive por meio de vídeos. No entanto, muitas vezes, o tradicional arroz com feijão, como um e-mail em tom pessoal, funciona muito bem!

O mais importante é saber que todas as tendências e ferramentas são válidas e funcionam se o time de marketing, CRM e performance trabalharem juntos, com objetivo de vender mais.

Deixo aqui um convite: trace uma estratégia especial para o uso do e-mail marketing como ferramenta para o relacionamento com os seus clientes e entregue, por meio desse canal, conteúdos personalizados para o seu consumidor. Você certamente atingirá excelentes resultados, que impactarão diretamente no seu resultado de vendas. Aproveite!

*Felipe Rodrigues é especialista em e-commerce, fundador e CEO do ENVIOU – plataforma especializada em ferramentas e soluções para automação do marketing para e-commerce (www.enviou.com.br)

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -