Equatorial investe R$ 1,7 bi em AL e vai inaugurar 3 novas subestações

Novas subestações da Equatorial vão abastecer 12 municípios de Alagoas
Equatorial Alagoas
Investimento de R$ 75 milhões em novas subestações vai beneficiar 12 municípios. Foto: Equatorial Alagoas

A Distribuidora Equatorial anunciou que já investiu mais de R$ 1,7 bilhão desde que assumiu a concessão no estado de Alagoas, em 2019. A previsão é que três novas subestações sejam entregues ainda este ano em Maceió, Craíbas e em Porto de Pedras e reforcem o fornecimento de energia em 12 municípios.

Dados da Companhia apontam que todos os 102 municípios de Alagoas estão sendo atendidos, com mais de 1,3 milhão de clientes. Nestes cinco anos, foram construídas e entraram em operação cinco subestações, sendo duas em Maceió, uma na Barra de São Miguel, além de Coruripe e Girau do Ponciano.

- Publicidade -

A Equatorial informou que ao longo deste ano entram em operação as subestações Cidade Universitária, em Maceió, que vai abastecer Maceió, além de Rio Largo e Satuba. A Subestação da Costa dos Corais vai ficar responsável pelo fornecimento nas cidades de São Miguel dos Milagres, Passo de Camaragibe e Porto de Pedras.

Já a subestação de Craíbas atenderá além do município as cidades de Arapiraca, Igaci, Limoeiro de Anadia, Coité do Noia e Taquarana. As três subestações somam um investimento de mais de R$ 75 milhões e estão no pacote anunciado para os cinco anos de atuação no estado.

De acordo com um levantamento da Equatorial, os resultados das melhorias e de todos os investimentos realizados pela Distribuidora nos últimos cinco anos podem ser evidenciados pelos indicadores que medem a duração e frequência de interrupções de energia, desde a sua concessão no estado.

- Publicidade -

A Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (DEC), que mostra o tempo médio em que os alagoanos ficam sem luz, reduziu 74,3% de março de 2019 a janeiro de 2024, saindo de 63,26 horas para 16,43 horas.

Já a Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (FEC), que calcula a quantidade de vezes em que houve falta de energia no Estado, caiu de 19,32 para 7,06, o que representa uma diminuição de 63,46%, em comparação ao período de março de 2019 a janeiro de 2024.

“Nós estamos comemorando um marco. São cinco anos em que todo o nosso time trabalha para contribuir diretamente no desenvolvimento, bem-estar e para oferecer serviços cada vez melhores à população alagoana. Estamos gerando emprego, estruturando nossas redes, qualificando pessoas e melhorando a qualidade de vida de centenas de famílias”, explica Fernando Pompeu, presidente da Equatorial Alagoas.

Equatorial Alagoas
Equatorial atua no estado desde 2019 em todos os municípios alagoanos. Foto: Equatorial Alagoas

Equatorial distribui energia para sete estados

Fundada em 1999, a companhia se tornou uma holding brasileira no setor de utilities, ou seja, oferece serviços básicos para o funcionamento das cidades, como água, eletricidade, gás, entre outros.

Com cerca de 13 milhões de clientes nos estados do Maranhão, Pará, Piauí, Alagoas, Rio Grande do Sul, Amapá e Goiás, a Equatorial também atua no setor de Transmissão e recentemente, entrou no setor de Saneamento, tornando-se a primeira empresa multiutilities do país, além de adquirir 100% das ações da Echoenergia S.A., tornando-se efetivamente um player de atuação integrada no segmento de energia no setor de renováveis.

Leia mais: Neoenergia PE faz investimento de R$ 580 mi na região de Caruaru

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -