Grupo JCPM lança Relatório ASG 2023 e avança na sustentabilidade

O ano de 2023 demonstrou uma recuperação gradual dos clientes aos shoppings, importante atividade econômica dentro do Grupo JCPM
JCPM
João Carlos Paes Mendonça, presidente do Grupo JCPM/Foto: Heudes Régis

O Grupo JCPM está lançando seu Relatório Ambiental, Social e de Governança (ASG) 2023. Com participação em 11 shoppings e presença também nos setores Imobiliário, de Comunicação e de Compromisso Social, a empresa impulsiona 40 mil empregos no Nordeste.
Em 2023, o fortalecimento dos temas materiais identificados na Matriz de Materialidade reforçou uma série de ações nos empreendimentos. Entre os destaques, debates sobre os efeitos do aquecimento global e o que cada unidade de negócio pode fazer para atuar na reversão dessa problemática.

Thayara Paschoal, Gerente de Sustentabilidade do Grupo, diz que o processo de relato otimizou controles, padronizou as coletas e facilitou as comparações, contribuindo com direcionamentos e definições estratégicas.

“Algumas questões receberam maior destaque e estão agora em nosso foco de desenvolvimento, como a questão de compostagem, que se mostrou essencial para ampliação da reciclabilidade dos empreendimentos. O relato também facilitou negociações e entendimento coletivo sobre os impactos das operações para as comunidades e públicos de relacionamento”, explica.
Afroempreendedorismo, inserção de pessoas trans nas oportunidades de emprego, formação de jovens de comunidades, preocupação com as mudanças climáticas, além de debates e iniciativas sustentáveis são temas transversais nas atividades do grupo.

Foi criado nos empreendimentos um padrão de gestão energética focado na aplicação de tecnologias e em sistemas ecoeficientes, alinhando a estratégia de negócios a uma economia de baixo carbono, na garantia do uso de energia renovável. “100% da nossa energia vem de fontes renováveis, o que nos proporcionou o Selo I-REC atestando essa iniciativa nos shoppings”, destaca Thayara Paschoal, gerente de Sustentabilidade do Grupo.

Em 2023, as iniciativas sociais – Fundação Pedro Paes Mendonça e Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) – receberam aportes de R$ 17,4 milhões, impactando, diretamente, cerca de 11 mil pessoas, das quais 9 mil foram jovens moradores do entorno dos shoppings.

- Publicidade -

O empreendedorismo é outra vertente com resultados positivos junto à sociedade. “Em 2023, os espaços disponibilizados nos shoppings para grupos exporem suas mercadorias e trabalhos, sejam em quiosques ou lojas temporárias, tiveram retorno de mais de R$ 2 milhões em vendas para eles que são, em sua maioria, microempreendedores, completa Thayara. A ExpoPreta é realizada anualmente e já impactou mais de 100 microempreendedores, entre expositores e participantes de palestras e debates envolvendo o afroempreendedorismo da cidade.

“Temos a real dimensão de que nossos empreendimentos, além da busca constante pela rentabilidade, devem estimular o respeito às pessoas e ao meio ambiente”, destaca o empresário e presidente do Grupo JCPM, João Carlos Paes Mendonça. O ano de 2023 demonstrou uma recuperação gradual dos clientes aos shoppings, importante atividade econômica dentro do Grupo.

JCPM: ações para travestis e transexuais

Estado que ocupa o 1º lugar no Nordeste e 3º no Brasil no ranking de assassinatos de pessoas trans (Dossiê Antra 2023), o Ceará recebe uma iniciativa para promover a inclusão e proteção para essa população minorizada e vulnerável. Trata-se do Coletivo Transcende, criado em 2023 pela unidade do Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) no RioMar Fortaleza, com ações de acolhimento psicológico, capacitação profissional, promoção de saúde e cidadania e encaminhamento para o mercado de trabalho.

A partir das prioridades definidas pelo grupo protagonizado por pessoas trans moradoras de 20 comunidades do entorno dos dois shoppings do Grupo JCPM na capital cearense, nos bairros de Papicu e Kennedy, são modelados planos de ação e trilhas de formação que atendam seus anseios e necessidades. Para isso, o Coletivo articula parcerias com a Secretaria de Diversidade do Ceará, Centro de Referência Thina Rodrigues, Ministério Público, Senac, entre outras. A ação promove ainda a cultura de Diversidade e Inclusão junto aos lojistas do shopping para a contratação de pessoas trans.

Leia também:

Pauta da infraestrutura é tema de seminário em Pernambuco

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Notícias

- Publicidade -